Passado

Latino revela que usou droga para matar a fome

Em entrevista ao Hora do Faro, cantor falou também sobre a relação com os dez filhos

Latino revela que usou droga para matar a fome
Record TV/Divulgação

Publicado em 13/10/2019 às 18:00:00 ,
atualizado em 13/10/2019 às 18:18:18

Por: Redação NT

Latino foi entrevistado deste domingo (13) no Hora do Faro, na Record. Em entrevista a Rodrigo Faro, o cantor relembrou um passado de dificuldades financeiras, em que chegou a cheirar cola de sapateiro para inibir a fome. Ele também falou sobre o relacionamento com os dez filhos.

Latino foi pai pela primeira vez em 1996, aos 23 anos. Ele afirmou que não é tão próximo de todos os herdeiros. "Não tenho relacionamento muito afetivo da forma como eu gostaria. Cada um vive com seus pais e com suas mães. Mas meus filhos mais velhos estão sempre aqui, passando alguns dias com a gente", disse a Rodrigo Faro.

O apresentador também quis saber sobre como Latino se dá com todas as suas ex-esposas e ex-namoradas. Afinal, cada um dos filhos é fruto de um relacionamento diferente. Acusações de não pagamento de pensão alimentícia se tornaram frequentes, desde o ano passado.

"Infelizmente, esse mundo de celebridades cria uma ilusão de que a gente é bilionário. As pessoas mais simples não têm noção da luta que é pagar condomínio, morar em uma casa como essa", afirmou Latino, diretamente da sala de estar de sua mansão. "Por baixo do meu guarda-chuva, ajudo muito gente: minha mãe, minha tia, além dos meus empregados", relatou.

Ele não se furtou em falar sobre o casamento com Rayanne Morais. Segundo Latino, ele contratou um detetive para investigar sua então esposa. Foi assim que ele descobriu o relacionamento da modelo com o ator Douglas Sampaio. A traição, contudo, não traz mágoas ao cantor. "Na vida, a gente colhe o que planta", concluiu.

Dificuldades

O cantor relembrou os conflitos que teve com o pai, que não aceitava o filho artista. "Ele dizia que Roberto Carlos só tinha um. E eu respondia que Latino também só teria um", disse.

Segundo ele, seu pai afirmava que não queria vagabundo dentro de casa, o que o levou a abandonar a família e ir viver na rua. "Eu me senti coagido. Precisava seguir meu caminho: ou ia pra rua ou aguentaria todo tipo de desaforo."

No período em que morou na rua, trabalhou como engraxate e chegou a "cheirar cola pra inibir a fome". Viu amigos serem mortos e irem parar na FEBEM, presos por assalto. Latino, por sua vez, sempre soube que não havia nascido para aquela vida.

Ainda em conversa com Rodrigo Faro, Latino apresentou sua macaquinha Ana Paula. O pet foi presente da amiga Ana Paula Diniz, proprietária deu uma ONG em prol dos animais, após a morte de Michel, seu mascote anterior. O macaco-prego divide o posto de amor da vida do cantor com a atual namorada, a advogada Rafaella Ribeiro.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!