Conexão Repórter

Maisa Silva fala sobre fama e como é na escola: "Ninguém liga para mim"

"Conexão Repórter" contará a trajetória de Maisa Silva nesta segunda-feira (17)

Maisa Silva fala sobre fama e como é na escola:
Maisa Silva ganha edição especial do "Conexão Repórter" - Fotos: Divulgação

Publicado em 17/06/2019 às 18:11:43

Por: Fabrício Falcheti

O "Conexão Repórter" desta segunda-feira (17) será um especial sobre Maisa Silva, contando toda sua trajetória desde que apareceu pela primeira vez na televisão, com apenas 3 anos de idade.

Roberto Cabrini fica diante da jovem prodígio, que hoje apresenta seu próprio programa no SBT e é um fenômeno nas redes sociais, aos 17 anos.

Na entrevista, Maisa relembra quando pediu aos seus pais para ir à TV. "Eu lembro deles dizendo 'não'. Passei por meses de provação quando eu tinha 3 anos. No meu aniversário, quando eles fizeram festa surpresa, na hora de soprar a vela eu falei que o meu sonho era ver o Raul Gil. Com certeza aquilo mexeu com a minha mãe e nos próximos meses ela ficou com aquilo na cabeça. Até que chegou em um ponto que o pessoal da padaria, da quitanda, da farmácia, minha avó... falaram: ‘leva ela no Raul Gil se não ela vai ficar doente’".

Firme em suas opiniões, a apresentadora quer mais mulheres no comando, e que elas sejam unidas: "Mais mulheres no comando, mais mulheres unidas, não competindo entre elas, é fundamental, a gente sempre cresce ouvindo que ‘mas se ele não estar com você ele está com outra’, ‘você tem que ser a mais bonita, a mais charmosa, tem que atrair a maior atenção pra sua beleza, sua estética’, acho isso muito negativo...".

Questionada por Cabrini, Maisa também falou sobre a fama e explicou como lida com ela: "A fama me fez bem porque eu fiz um bom uso dela. A fama só faz bem para você quando você faz bom uso dela. Se você usa para se sentir melhor que outras pessoas, para tentar diminuir alguém, se você não consegue administrar dentro de você, a fama se torna a sua pior inimiga".

Em outro momento, garantiu que na escola é uma pessoa normal, não uma celebridade. "Muito mais normal do que as pessoas imaginam. Todo mundo imagina que eu fico tirando foto o tempo inteiro, às 6 horas da manhã, na escola. Mas isso não acontece. Já estão acostumados. Ninguém liga para mim. Eu sou uma pessoa totalmente normal. Assim na escola, como no meu círculo de amigos", bradou.

O especial Maisa Silva no "Conexão Repórter" vai ao ar nesta segunda, a partir das 23h45, no SBT.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!