Constrangimento

Carla Cecato interrompe Roberta Piza e a corrige ao vivo no "Fala Brasil"

Correção aconteceu durante chamada de uma nova reportagem

Carla Cecato e Roberta Piza são âncoras do "Fala Brasil - Foto: Divulgação/Record

Publicado em 15/03/2019 às 10:10:54 ,
atualizado em 15/03/2019 às 10:21:47

Por: Naian Lucas

Uma situação curiosa chamou a atenção do público na manhã desta sexta-feira (15) na Record. Carla Cecato corrigiu ao vivo um equívoco da colega Roberta Piza.

O fato aconteceu durante a exibição do “Fala Brasil”, principal jornalístico da emissora no período matutino. Carla interrompeu o raciocínio da colega para corrigir um erro durante a chamada para uma reportagem.

Roberta Piza estava introduzindo uma reportagem sobre milho quando cometeu a gafe. “Quem gosta de milho cozido aí?”, perguntou ela ao que Carla respondeu “Hmmm”, com expressão de que gosta.

“Produtores de milho estão animados com a previsão de aumento de 10% na colheita este ano, né? 2009...”, começou Piza ao ser interrompida imediatamente por Cecato que fez questão de não deixar passar a gafe. “2019”, corrigiu a colega.

“Você está em 2009? Estamos em 2019”, brincou Carla ao que a outra jornalista rebateu na hora: “Acho que você não está ouvindo direito”. No fim, Cecato começou a rir e levou uma leve olhada de canto de olho de Piza que, também rindo, continuou a anunciar a chamada.

Vale lembrar que jornais ao vivo vivem tendo ocorrências desse tipo. Nem sempre um colega costuma corrigir o outro interrompendo o seu raciocínio. Normalmente, ao final da chamada, a correção é feita de forma discreta.

Porém, com o tom mais informal que o jornalismo televisivo vem recebendo, situações assim não chegam a ser raras na televisão aberta. Mesmo em jornais do horário nobre, como o “Jornal Nacional”, correções em diálogos costumam acontecer.

Recentemente, Willian Bonner perguntou a repórter do tempo, Maria Júlia Coutinho, a Maju, se “no sul o tempo vai ficar bom”, ao passo que Maju corrigiu: “tempo firme?”.

O “Fala Brasil” continuou sem maiores problemas e nenhuma das apresentadoras comentou o caso ocorrido.

Confira o vídeo:


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!