Cobertura

Equipe do "Conexão Repórter" assume "Fofocalizando" e Roberto Cabrini cobre massacre em Suzano

Cabrini assumiu o caso após reclamação de Silvio Santos

Roberto Cabrini em Suzano
Reprodução

Publicado em 13/03/2019 às 16:28:49 ,
atualizado em 13/03/2019 às 20:26:38

Por: Gabriel Vaquer

De forma surpreendente para os telespectadores, o jornalista Roberto Cabrini foi cobrir pessoalmente a tragédia na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, e apareceu ao vivo dentro do "Fofocalizando" nesta quarta-feira (13), no SBT.

Dois atiradores entraram no colégio, mataram 10 pessoas e depois se suicidaram. Antes, um deles assassinou o tio, dono de uma concessionária, na mesma cidade.

Não é comum Roberto Cabrini assumir uma cobertura ao vivo.

Segundo apurou o NaTelinha, o jornalista foi escalado pelo diretor de planejamento artístico Fernando Pelégio, após telefonema de Silvio Santos, insatisfeito com os trabalhos do SBT pela manhã.

Cabrini já estava em Suzano, quando foi solicitado que entrasse ao vivo no programa vespertino, e aceitou. 

O link e o "Fofocalizando" desta quarta tiveram apoio da equipe do seu “Conexão Repórter”.

Durante a exibição, o jornalista trouxe atualização dos fatos diretamente da escola, além de uma entrevista exclusiva com o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi.

Em uma das entradas de Cabrini, uma fato curioso aconteceu. Décio Piccinini questionou o repórter sobre uma notícia falsa que rolava nas redes sociais, que dizia que os dois assassinos estavam cumprindo uma missão do caso Baleia Azul e que tentaram invadir uma outra escola antes.

Roberto Cabrini foi educado e disse que "existiam vários rumores", mas que não tinha essa informação confirmada.

A escalação do experiente repórter veio para tentar amenizar as críticas que o jornalismo do SBT sofreu nesta manhã.

Silvio Santos reclamou do tom do "Primeiro Impacto", além de ter elogiado a cobertura da sua filial no Rio de Janeiro, que seguiu cobrindo o assunto após o fim do telejornal, ficando no ar até 13h15.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!