Folia

Destino, felicidade e clone: relembre novelas que tiveram desfiles na Sapucaí

NaTelinha lista tramas que fizeram seus personagens passarem pela avenida

Susana Vieira
Maria do Carmo desfilou em "Senhora do Destino"

Publicado em 01/03/2019 às 10:41:40 ,
atualizado em 01/03/2019 às 10:52:38

Por: Naian Lucas

Nesta sexta-feira (1) se inicia os desfiles das escolas de samba do grupo especial de São Paulo e da série A do Rio de Janeiro. Os shows nas avenidas carioca e paulistana não ficam restritos apenas a um final de semana. Isto porque diversos autores já retrataram o espetáculo em suas novelas.

Por conta disso, o NaTelinha resolveu criar uma lista com as tramas que fizeram seus personagens passarem pela avenida. Confira abaixo:

“Senhora do Destino” (2004) – De Aguinaldo Silva



Novela de maior audiência do século, o enredo trouxe a escola de samba fictícia Unidos de Vila São Miguel. A história contada pela agremiação era da protagonista Maria do Carmo (Susana Vieira), uma nordestina pobre que se muda para o Rio de Janeiro e se torna bem sucedida. O desfile é um dos mais marcantes na dramaturgia nacional.

“Felicidade”(1991) – De Manoel Carlos



No último capítulo, o violento Tide (Maurício Gonçalves) tem uma crise de ciúmes e mata Tuquinha (Maria Ceiça), porta-estandarte da escola Estácio de Sá. A cena chocou o Brasil e chamou atenção por ter usado como referência o conto “A Morte da Porta-Estandarte”, do escritor Aníbal Machado.

“O Clone” (2002) – Glória Perez



Karla (Juliana Paes) fazia de tudo para alcançar a fama e resolveu desfilar na escola de samba Grande Rio. Claro que até chegar ao momento do desfile, ela entrou em diversas confusões. O fato não é tão lembrado pelo público, mas na exibição fez sucesso.

“Partido Alto” (1979) – De Janete Clair



A dama da dramaturgia não ficou de fora do carnaval. Ela escreveu a cena em que Ana Preta (Glória Menezes) desfila em uma escola de samba do Rio de Janeiro. De cima de um carro alegórico, marca um encontro com o personagem de Reginaldo Faria, que fez uma participação especial. Na época, a ideia de mostrar um desfile de carnaval causou grande repercussão.

“Duas Caras” (2007) – De Aguinaldo Silva



O autor repetiu a dose na sua novela seguinte a “Senhora do Destino” e levou seus personagens para Sapucaí. Juvenal Antena, líder da favela da Portelinha, é responsável por fazer sua escola de samba desfilar na série A e subir para o Grupo Especial.

“Império” (2014) – De Aguinaldo Silva



Mais uma vez o autor fez seus personagens passarem pela casa do samba. José Alfredo (Alexandre Nero), o comendador, teve sua história contada na escola de samba fictícia Samba União de Santa Teresa. É neste espetáculo que morreu a vilã Cora, salvando a vida do seu amado.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!