Retrospectiva NT

Datena indeciso e programa de uma edição só: As maiores decepções da TV em 2018

Retrospectiva destaca ainda "Vídeo Show", "Superpoderosas" e "Segundo Sol", entre outros

Netinho de Paula
Netinho de Paula voltou à TV em 2018 para apenas uma edição do "Brasil da Gente"

Publicado em 27/12/2018 às 06:00:15

Por: Sandro Nascimento

Ao longo de 2018, as emissoras de televisão apostaram em diversos programas para disputarem audiência e atraírem patrocinadores. Mas não acertaram em todas as escolhas.

Entre programas de auditório, variedades e dramaturgia, Globo, SBT, Record TV, RedeTV! e Band tiveram tropeços em suas programações durante o ano.

Confira a lista das 10 maiores decepções na televisão em 2018 nesta Retrospectiva NT:

"Agora é com Datena"

A atração dominical de seis horas na grade da Band marcaria a migração de Datena como apresentador de policialesco para entretenimento. Porém, seu formato não funcionou e José Luiz Datena não mostrou a mesma habilidade à frente de um programa de auditório.

A atração estreou em abril como "Agora é com Datena", mas para não esbarrar na lei eleitoral, Já que Datena tinha decidido entrar na disputa para o Senado por São Paulo, passou a ser chamar "Agora é Domingo".

O título mudou e Datena voltou atrás na decisão de entrar na carreira política. Mas os baixos números na audiência alcançados pelo programa e a ausência de conteúdos atrativos nunca se modificaram ao longo do ano.

"Brasil da Gente"

Foi o programa de vida mais curta na televisão em 2018. Em junho, quando Datena anunciou que seria candidato a senador, a Band tirou do baú da televisão a saída pra substituí-lo: chamou o ex-Negritude Junior, Netinho de Paula.

Além disso, transformou o "Agora é com Datena" em "Agora é Domingo" e criou o "Brasil da Gente", para absorver a faixa de entretenimento da atração dominical. Para a parte de jornalismo, Joel Datena, filho do apresentador, ficou no comando.

"Brasil da Gente" teve apenas uma edição, no dia 1º de julho, e marcou apenas 0,6 ponto. Com o declínio de Datena em concorrer nas eleições, a Band tirou o programa do ar na semana seguinte e voltou com o titular. Netinho chegou a anunciar nas redes sociais que voltaria na grade da Band com um novo formato, mas isso nunca aconteceu.

"Lazinho e Você"

A primeira aposta de Lázaro Ramos como apresentador na TV não deu certo. O "Lazinho e Você" estreou no dia 10 dezembro de 2017 e ficou no ar por cinco semanas. De tudo que foi exibido nas tardes da Globo, se aproximava de uma versão sofisticada de Geraldo Luís ou Rodrigo Faro. A audiência foi decepcionante.

Em janeiro, deixou a grade da Globo sem grandes explicações. Nos bastidores da emissora, a alegação para o encerramento do programa foi a divergência do que foi colocado no ar da proposta inicial. Existia a promessa para "Lazinho e Você" voltar no fim do ano remodelado. Mas isso não aconteceu.

"Vídeo Show"

O programa mudou inúmeras vezes seus apresentadores e formato ao longo de 2018. Mas não conseguiu estancar as sucessivas derrotas no horário para o "A Hora da Venenosa", da Record TV, durante todo o ano.

"O Sétimo Guardião"

Após anos, a novela marcava a volta ao realismo fantástico do autor Aguinaldo Silva. Dentro da Globo existia uma expectativa de que o folhetim pudesse superar todos os recordes da audiência no horário.

Mas "O Sétimo Guardião", até o momento, se mostrou insossa e vem batendo inúmeros recordes negativos no horários.

A experiência de Aguinaldo Silva pode até conseguir uma reviravolta e tirar a trama do fiasco, mas de tudo que foi apresentado até aqui, a história dos guardiões da fonte mágica decepcionou o público e a crítica especializada.

Novelas bíblicas da Record TV

Depois do sucesso de "Os Dez Mandamentos", em 2015, a Record TV passou a concentrar a maior parte dos seus investimentos no filão bíblico em sua dramaturgia.

Em 2018, a emissora não conseguiu êxito com nenhuma das novelas exibidas. "Apocalipse" e "Jesus" decepcionaram o público e não decolaram na audiência, embora tivessem propostas bem interessantes.

A execução das duas tramas fez transparecer de forma mais evidente problemas editorias da emissora com sua área artística.

"Superpoderosas"

Projeto idealizado por Ana Paula Padrão para as manhãs da Band, se tornou um dos maiores fiasco da grade criada pelo canal em 2018.

Sua audiência girava entre traço e 0,3 ponto e foi tirado do ar em outubro, quase seis meses depois da sua estreia.

"Fala, Zuca"

Impulsionada pela dificuldade de convivência entre os apresentadores, em fevereiro, a RedeTV! acabou com o "Melhor Pra Você" e criou no lugar os programas "Edu Gurdes Cozinha e o "Fala, Zuca", com Celso Zucatelli. Desta forma, desmembrando a antiga a atração.

Porém, o "Fala, Zuca" durou apenas um mês na grade do canal. O programa tinha apenas meia hora e dividia espaço com inúmeros merchans. A audiência não empolgou a RedeTV!.

Reprise de "Carrossel"

As novelas mexicanas tiveram seu espaço tradicional reduzido na grade do SBT ao longo de 2018. A emissora optou em colocar na faixa das 18h a quarta reprise da infantil "Carrossel", em agosto.

A trama de 2012 não vem conquistando o mesmo êxito no horário em comparação às outras novelinhas na programação. Fica atrás da Globo e Record TV e tem sua terceira posição no Ibope constantemente ameaçada pelo Datena, com o "Brasil Urgente", na Band.

"Segundo Sol"

No início, a expectativa era que João Emanuel Carneiro conseguisse repetir o sucesso de "Avenida Brasil", mas a realidade foi que "Segundo Sol" se mostrou mais uma decepção no ano.

Apresentando uma trama quase inverossímil, onde um cantor de axé se fingiu de morto para ganhar dinheiro e andava normalmente entre seus fãs da Bahia sem ser reconhecido, "Segundo Sol" só conseguiu a audiência que teve por ser exibida pela Globo e pelos tropeços da dramaturgia da Record TV.



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!