Audiência

"Conexão Repórter" alcança a liderança com investigação de atentado contra Jair Bolsonaro


conexaoreporter-robertocabrini-juizdefora-10092018_1b4b393deed272e30cf3074a62f76c054c01a189.jpeg
Reprodução

Com uma investigação sobre o atentado sofrido por Jair Bolsonaro, o "Conexão Repórter" chegou à liderança de audiência nesta segunda-feira (10), no SBT.

Exibido das 23h58 à 01h00, o jornalístico de Roberto Cabrini registrou 9 pontos de média, pico de 11 e share de 23,3%.

O primeiro lugar foi alcançado nos últimos minutos da reportagem, durante disputa com o "Conversa com Bial". Entre 00h52 e 01h00, o SBT marcou 7,8 pontos contra 7,0 da Globo.

Para a edição, Cabrini foi até Juiz de Fora (MG), onde o crime aconteceu, em busca de detalhes. Procurando entender as origens, a trajetória e as intenções de Adélio Bispo de Oliveira, o jornalista encontrou familiares do esfaqueador, que relataram estar sofrendo ameaças e falaram sobre uma pessoa diferente daquela que o Brasil conheceu, contando a história de um retirante calado e solitário que deixou a zona rural e atravessou diversas capitais em busca de emprego, sonhos e realizações.

Cabrini também entrevistou dois dos advogados de Adélio, que tentaram explicar se o ocorrido trata-se e um ato de desespero ou uma ação política planejada.

Esses dados são consolidados e referem-se a um grupo de telespectadores na Grande SP.

 

Mais Notícias