Band

Milton Neves perde 60% da audiência e luta para voltar ao antigo horário

Divulgação

Publicado em 23/08/2018 às 15:43:11 ,
atualizado em 23/08/2018 às 21:06:17

Por: Sandro Nascimento

A faixa destinada aos comentários pós-rodada do futebol na grade dominical da Band perdeu quase 60% da sua audiência desde que saiu das 18h e foi realocada para as 20h.

No novo horário desde o dia 22 de abril, o "Show de Esporte”, comandado por Milton Neves, anteriormente chamado de "Terceiro Tempo", foi uma das grandes aposta na nova programação da emissora. Porém, além da dificuldade no Ibope, vem enfrentando problemas com os patrocinadores.

Em julho, a atração fechou com uma média geral de 1,4 pontos, bem distante dos 3,1 no mesmo período do ano passado.

Apelidado como o rei do merchandising no jornalismo, Neves, 67 anos, estaria comentando nos bastidores da Band que vem tendo dificuldade de vender merchans para seu perfil de anunciantes no atual horário de 20h às 22h, algo que não ocorria quando seu programa era exibido entre 18h e 20h.

Tentando reverter essa realidade, o apresentador não estaria medindo esforços para retornar a sua antiga faixa na grade dominical.

O problema se tornou algo tão grave, que Milton Neves esteve pessoalmente com Johnny Saad, presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação, com quem conversou por cerca de uma hora e meia na última semana.

O seu maior pleito e tentativa de convencimento, era mostrar que a volta ao horário das 18h iria trazer os anunciantes que fugiram nas últimas semanas. Para ter uma ideia da seriedade do tema, em toda sua história na Band, Milton nunca havia sentado frente a frente com Johnny Saad.

O "Terceiro Tempo", renomeado para "Show do Esporte", teve que deixar seu espaço na programação da Band devido a criação do "Agora é Domingo", o programa de auditório de José Luiz Datena que tem duração de cinco horas.



publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!