Reportar erro
Talk-shows

Em dois anos, Porchat perde quase metade da sua audiência e vê Gentili batendo recorde

porchat-programa_8985e1be54ae8d22363f2ea9ed93cf59677586cf.jpeg
Divulgação
Sandro Nascimento

Publicado em 21/08/2018 às 06:00:56

O talk-show comandado por Fábio Porchat nas noites da Record TV completa dois anos na próxima sexta-feira (24), e diante da evolução negativa no Ibope, o humorista não possui muitos motivos para comemorar.

Avaliando os números de audiência dos últimos 24 meses no universo das três principais atrações do gênero na televisão aberta, em 2018, o "Programa do Porchat" vem atingindo a menor média mensal entre os concorrentes e o pior desempenho desde que estreou na Record TV, apresentando uma perda de quase 50% dos seus telespectadores.

Comparando agosto de 2016, quando o programa entrou no ar e atingiu 5,9 pontos, com julho desde ano, o talk-show recuou 47.4% da sua participação na audiência. Além disso, no último mês, o "Programa do Porchat" atingiu seu recorde negativo, com 3,09 de média.

Contrariando uma tendência de crescimento, a performance da atração da Record TV decepcionou levando em conta que sua audiência não reagiu com o retorno do sinal da emissora às operadoras de TV por assinatura, em setembro de 2017. Na época, o canal paulista ficou cinco meses fora do cabo devido ao imbróglio envolvendo a remuneração da Simba Content, joint-venture entre SBT, Record TV e RedeTV!.

Entre abril e julho de 2017, o "Programa do Porchat" marcou média de 3,6 pontos, enquanto que no mesmo período deste ano, manteve a audiência, segundo dados aferidos pela Kantar Ibope Media na Grande São Paulo. Quando retornou o sinal nas operadoras, a programação da Record TV cresceu em média 17%.

Não reagindo com o retorno ao universo da TV por assinatura e o recorde negativo em julho, desde o início de agosto, o talk-show vem realizando alguns ajustes em seu formato e passou a reservar maior tempo para exibir quadros humorísticos.

"Conversa com Bial"

Em dois anos, Porchat perde quase metade da sua audiência e vê Gentili batendo recorde

Outra atração de entrevistas que vem apresentado queda de audiência em sua segunda temporada é o "Conversa com Bial", da Globo. Nos meses de maio, junho e julho do ano passado, o talk-show do jornalista e ex-apresentador do "BBB" marcou 7,2 pontos de média, contra 5,7 no mesmo período em 2018.

Embora tenha marcado 5,3 pontos em junho, seu recorde negativo desde estreia, o "Conversa com Bial" vem gradativamente reagindo sua participação na audiência. Em julho, subiu para 5,8 de média, e levando-se em conta até o dia 14 agosto, o programa está com 6,5.

"The Noite"

Porém, contrariando os números negativos alcançados pelo "Conversa do Bial" e "Programa do Porchat" no decorrer de 2018, o "The Noite" com Danilo Gentili está no fluxo inverso e em julho bateu seu recorde de audiência desde a estreia, quando atingiu 6,1 pontos de média.

Tendo como comparação os sete primeiros meses de 2017 com este ano, a atração de entrevistas do SBT cresceu um ponto na média geral, subindo de 4,4 para 5,4 no período.

Em dois anos, Porchat perde quase metade da sua audiência e vê Gentili batendo recorde

Ou seja, dentre os três principais talk-shows da TV, o "The Noite" foi o único que apresentou crescimento em relação ao ano anterior. No dia 26 de julho, quando entrevistou o humorista Evandro Santo, marcou sua maior média dia desde que entrou na grade do SBT, conquistando 8,1 pontos contra 6,4 da Globo.

Se comparar o período em que esteve fora da TV a cabo, em 2017, diferente de Porchat, a atração de Gentili teve um aumento de 29% este ano.

De maneira geral, levando-se em conta até o mês de julho, o ranking de audiência dos programas de entrevistas na TV, em 2018, está assim: "Conversa com Bial" com 5,8 de média, "The Noite" com 5,4 e na lanterna, o "Programa do Porchat", com 3,5 pontos.

Mais Notícias