Adriano

"É meu melhor trabalho até agora", diz Rodrigo Lombardi sobre "Carcereiros"

Rodrigo Lombardi encara mais uma protagonista na Globo

Rodrigo Lombardi é agente penitenciário em série da Globo - Divulgação

Publicado em 12/06/2018 às 08:51:00 ,
atualizado em 12/06/2018 às 09:49:18

Por: Redação NT

Nos últimos anos, Rodrigo Lombardi ficou em evidência na Globo por protagonizar trabalhos de sucessos, como o Raj de "Caminho das Índias" (2009), Herculano em "O Astro" (2011) e Alex de "Verdades Secretas".

Lombardi contou à revista Quem que "Carcereiros" foi gravada em ordem cronológica, e seu personagem, Adriano, foi nascendo ao longo desse processo de gravação.

O ator diz que se o espectador pegar o primeiro e 15º episódio, a mudança é nítida. "Ninguém é capaz de suportar esse sistema como se nada estivesse acontecendo, a vida em penitenciária te leva ao limite. Gravar em ordem cronológica fez com que eu conseguisse realizar este trabalho desta forma. Tive a sorte de cair na mão de diretores maravilhosos em quem eu podia confiar", conta.

Animado, revela: "Acho que Carcereiros é meu melhor trabalho até agora"

O personagem seria de Domingos Montagner, morto em setembro de 2016 enquanto gravava "Velho Chico".

A preparação, então, não existiu: "quis buscar uma característica, um olhar, algo que fosse recorrente entre os agentes penitenciários. E eu percebia que existia ali um sentimento de cansaço. Para o personagem, não bastava o tom do mau humor".

A solução encontrada foi simples: "E para encontrar este tom fiz a dieta do sono. Dormia só três horas por noite e ia gravar. Acredito que isso me ajudou a chegar ao personagem. Chegava mais cansado, falava 'bom dia' três vezes para a mesma pessoa, o raciocínio ficava um pouco mais lento... Foi a forma que eu, Rodrigo, encontrei. Era uma emergência. Não é recomendado, eu sei. Tanto que agora, nas gravações da segunda temporada, não estou fazendo isso".



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!