Exclusivo

Cortes em Amor de Mãe acontecem após queda de braço e frustração na Globo

Novela das 21h voltará com apenas mais 23 capítulos

Cortes em Amor de Mãe acontecem após queda de braço e frustração na Globo
Silvio de Abreu está enfraquecido na Globo - Foto: Montagem

Publicado em 07/08/2020 às 14:27:27

Por: Daniel César

O anúncio da Globo de que irá cortar boa parte dos capítulos da segunda parte de Amor de Mãe e de Salve-se Quem Puder serviu para revelar que o diretor de dramaturgia da emissora, Silvio de Abreu, perdeu força nos bastidores junto aos executivos e não consegue mais tomar decisões a seu bel prazer, como acontecia em outras oportunidades.

Em 2017 seria impensável que uma decisão deste porte sobre os rumos das novelas tivesse ingerência de Silvio, o manda-chuva do canal naquele momento.  De acordo com fontes ouvidas pelo NaTelinha, porém, os últimos resultados do setor enfraqueceram o diretor a tal ponto dele ter deixado de dar a última palavra.

Segundo apurou a reportagem, nas reuniões ocorridas por videoconferência para as decisões sobre o futuro das novelas da Globo, Silvio de Abreu ficou ao lado de Manuela Dias e de Daniel Ortiz, autores de Amor de Mãe e de Salve-se Quem Puder, respectivamente. A ideia dos dois era de voltarem as gravações apenas no ano que vem, depois da vacina e mantendo o cronograma de capítulos estabelecidos inicialmente.

Amor de Mãe e a briga de poder

E por mais que Manuela Dias tenha argumentado, de nada adiantou. Três pessoas que estiveram na reunião confirmaram que Silvio de Abreu defendeu o argumento da autora, que chegou a pedir a palavra e explicou a necessidade de manter o tom artístico da história, seguindo o cronograma. Mas quando Ricardo Waddington, atualmente diretor de produção do canal, explicou que seria inviável, tudo voltou à estaca zero.

Ele continuou dizendo que seria impossível gravar várias frentes de uma vez, mesmo com a possibilidade da vacina, porque seriam milhares de pessoas trabalhando ao mesmo tempo e certamente haverá meses depois da liberação da vacina porque nem todos receberão a dose simultaneamente. Diante disso, Ricardo teria afirmado, segundo as fontes, que é inviável financeiramente manter tantas pessoas contratadas ao mesmo, como já havia antecipado o NaTelinha. Seus argumentos tiveram o endosso do restante da diretoria.

Amor de Mãe cortada

A decisão de passar a tesoura em sua primeira novela das 21h deixou Manuela Dias, autora do folhetim, inconsolável e frustrada. Porém, nos bastidores da Globo tratam o tema como superado, já que Amor de Mãe terá apenas mais 23 capítulos e receberá um corte de mais de 30, enquanto Salve-se Quem Puder também sofreu ajustes em seu conteúdo.

Em entrevista nesta quinta-feira (06) com o roteirista Silvio Cerceau, uma colaboradora de Amor de Mãe, Mariana Mesquita, falou sobre a situação. "As gravações estão programadas para recomeçarem agora, mas os protocolos de gravação no mundo inteiro são muitos cuidadosos", explicou.

"Vai ser mais curto, com certeza porque a pandemia entrou na história e a história é de uma mãe que busca um filho pela rua e vai ter que sofrer a quarentena. Vai ser mais curto pra gente terminar com a dignidade que a história merece. Com o cuidado que o elenco merece ter para gravar e eu tenho orgulho da Globo neste sentido porque ela está muito cuidadosa. Vai ser menor sim, programado por volta de 20 e poucos capítulos", concluiu sem dar muitos detalhes.

Procurada, a Comunicação da Globo enviou a seguinte nota: "Não há qualquer insatisfação. Todos estão felizes e motivados com a previsão de retomada das gravações".


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!