Fim trágico

Éramos Seis: Após maldades, Shirley paga com a vida

Ex-esposa de Afonso irá morrer na quarta-feira (18)


Bárbara Reis em Éramos Seis
Shirley morre em Éramos Seis - Foto: Divulgação/Globo

Em Éramos Seis, Shirley (Bárbara Reis) encontrou Afonso (Cássio Gabus Mendes) em um hospital e a recomendação do médico foi para que ela não ficasse perto dele, pois o comerciante estava em estado grave por causa do tifo, uma doença bastante contagiosa.

Porém, a mãe de Inês (Carol Macedo) fez totalmente o contrário e o resultado acabará sendo trágico. Na novela das seis, após ser infectada, seu estado de saúde foi piorando rapidamente e até Lola (Glória Pires) ficou chateada com o estado da sua grande rival. No capítulo da próxima quarta-feira (18), chegará o momento dela se despedir.

A ex-mulher de Afonso terá uma morte triste, trafica e solitária. Antes de falecer, a mulher vai ter uma melhora em seu quadro e o comerciante acreditará que ela poderá escapar, apesar do médico explicar que a doença é traiçoeira e não costuma aliviar para nenhum paciente.

O tom do doutor poderá ser considerado pessimista, mas logo se provará muito realista, tanto que Shirley não terá a menor chance de continuar viva, para desespero do pai de consideração de Inês.

Shirley morre em Éramos Seis

Sozinha em seu quarto, Shirley sentirá a doença piorando e não terá forças para continuar lutando pela vida. Após não resistir aos sintomas, a vilã de Éramos Seis fechará os olhos e finalmente irá descansar.

Quando Afonso chegar ao local, vai se deparar com sua ex-esposa já morta e entrará em completo desespero. O rapaz pedirá que a equipe médica preste socorro para Shirley na esperança que ela seja reanimada. “Enfermeira, doutor! Corram, corram aqui!”, dirá o homem, mas em vão.

A nova versão de Éramos Seis, escrita por Ângela Chaves, entrou na sua reta final. A produção terminará no dia 27 de março e será substituída pela reprise de Novo Mundo (2016).

Mais Notícias