Reportar erro
Separados pelo acaso

Éramos Seis: Adelaide acoberta crime de Alfredo por amor ao primo

Rebelde mata um homem, se declara para feminista e foge do país

Nicolas Prattes
Alfredo foge do país logo após matar inimigo em Éramos Seis - Reprodução/TV Globo
Taty Bruzzi

Publicado em 11/03/2020 às 05:11:00

O destino de Alfredo (Nicolas Prattes) será trágico em Éramos Seis. O filho mais rebelde de Lola (Gloria Pires) irá matar um homem e para não ser preso terá que fugir de São Paulo.

Para isso, o sobrinho de Emília (Susana Vieira) vai contar com a ajuda da filha da ricaça, Adelaide (Joana de Verona). Sua partida marca a despedida do casal, já que os primos são apaixonados.

Antes de o crime acontecer, o irmão de Isabel (Giullia Buscacio) já terá sido preso por panfletar contra o Governo e só consegue sua liberdade depois que a feminista subornar Gusmões (Stepan Nercesian).

Alfredo desacata mais uma vez o delegado e terá sua morte encomendada. Por sorte, o matador de aluguel falha e ele é quem acaba perdendo a vida para o subversivo. Confira!

[VEJA-TAMBEM]

Osório reaparece e arma tocaia para matar Alfredo

Éramos Seis: Adelaide acoberta crime de Alfredo por amor ao primo

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Alfredo deixa a prisão a pedido de Adelaide. O filho de Lola foi pego panfletando contra o Governo e será coagido por Gusmões a entregar seus companheiros, mas se nega.

Na cela, o irmão de Carlos (Danilo Mesquita) chega a levar uma surra e só não será transferido para um presídio porque Adelaide fica sabendo do ocorrido e irá subornar o delegado para que liberte seu primo.

O investigador tenta se esquivar, mas acaba cedendo por medo do que a feminista possa fazer agora que ela sabe que foi sua mãe a responsável pela morte do marido e o policial arquivou o processo para que a socialite não fosse presa.

Na saída da delegacia, Alfredo ainda peita o delegado e Gusmões o ameaça dizendo que na próxima vez ele não terá ninguém para acudi-lo. Em seguida, o detetive procura por Osório (Nicolas Siri) e cobra uma dívida.

Na época da Revolução, o dono da oficina mecânica foi enviado para o mesmo batalhão que Alfredo no intuito de matar o filho o rebelde. A ordem partiu de Emília que queria afastar o sobrinho da sua filha.

Porém, o plano falhou e o ex-patrão de Alfredo é quem acabou levando a pior. Dado como morto, ele reaparece vivinho e vai atentar mais uma vez contra a vida do seu desafeto.

A tocaia acontece quando Alfredo estiver saindo do expediente. Desde que voltou da guerra que o neto de dona Maria (Denise Weinbert) está trabalhando como garçom no cabaré da cidade.

A mãe de Lola fechou o corpo do neto quando ele estava de partida para o front e a reza deu certo, já que o jovem foi um dos poucos a saírem do combate sem um único arranhão.

Mais uma vez o primo de Adelaide irá enganar a morte e ao invés de ele levar a pior será Osório quem acabará morto pelas mãos de Alfredo. Em compensação, o irmão de Julinho (André Luiz Frambach) vai ter que fugir para não ser preso novamente.

A cena vai ao ar nos próximos capítulos da trama.

Alfredo mata inimigo e foge com a ajuda de Adelaide

Éramos Seis: Adelaide acoberta crime de Alfredo por amor ao primo

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Osório reaparece e tenta matar Alfredo a mando de Gusmões. O mecânico havia sido pago para acabar com o filho de Lola durante a guerra, mas falhou e acabou sendo dado como morto.

De volta a São Paulo, o pilantra será cobrado pelo detetive para terminar o serviço e arma uma tocaia durante a madrugada, quando o irmão de Isabel estiver deixando o cabaré logo após uma reunião do partido comunista.

Os dois lutarão e como Alfredo teve o corpo fechado por sua avó antes de se apresentar ao grupo de soldados que lutaram na guerra acaba levando a melhor. Já Osório acaba morrendo.

Desesperado, o sobrinho de Clotilde (Simone Spoladore) chega a se esconder na casa de Lúcio (Jhona Burjack) enquanto Gusmões revirar a casa de Lola atrás do subversivo.

Assim que a barra estiver um pouco mais limpa, o filho de Genu (Kelzy Ecard) leva o amigo até a casa de Adelaide. A feminista implora para que Emília deixe o sobrinho ficar e a ricaça concorda.

Em mais um gesto de bondade a tia de Lola ainda vai mentir para seu antigo comparsa quando Gusmões também bater na porta da mansão em busca de pistas sobre o paradeiro do assassino.

Antes de amanhecer, quando a cidade ainda

Éramos Seis: Adelaide acoberta crime de Alfredo por amor ao primo

estiver dormindo, Alfredo será levado para o cais do porto de Santos e embarcará de forma clandestina em um navio que segue para os Estados Unidos.

A despedida do casal será marcada de muita comoção e juras de amor. Depois do beijo caloroso, Adelaide vai até a casa da tia e conta para Lola que seu filho está em segurança bem longe de São Paulo.

A cena irá ao ar nos próximos capítulos.

Mais Notícias