Lágrimas vão rolar

Éramos Seis: Clotilde passa por cima da irmã, toma o filho de volta e ganha uma inimiga

A decisão de Zeca será a mais difícil

Éramos Seis: Clotilde passa por cima da irmã, toma o filho de volta e ganha uma inimiga
Olga e Zeca abrem mão de Francisco em Éramos Seis - Reprodução/TV Globo

Publicado em 24/02/2020 às 09:19:00

Por: Taty Bruzzi

O que Olga (Maria Eduarda de Carvalho) tanto temia irá acontecer já nos próximos capítulos de Éramos Seis. Clotilde (Simone Spoladore) se sente culpada por ter abandonado Francisco e volta para recuperar o filho.

Antes, ela será pressionada por Almeida (Ricardo Pereira) a falar o que tanto a atormenta. O comerciante foi até Itapetininga se declarar para a amada e a irmã de Lola (Gloria Pires) volta com ele para São Paulo.

A saudade toma conta do seu coração e a moça cai em tristeza. Percebendo a melancolia da solteirona, o vendedor de tecidos pergunta se ela está arrependida de tê-lo aceito e descobre que os dois tiveram um bebê juntos. Confira!

[VEJA-TAMBEM]

Clotilde conta a Almeida sobre o filho que tiveram

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Clotilde faz as pazes com Almeida e volta com ele para São Paulo. Antes de partir, a irmã de Olga garante que Francisco irá continuar a ser criado como sendo filho dela e de Zeca (Eduardo Sterblitch). “O Chiquinho vai continuar aqui. Onde escolhi que ele ficasse desde que nasceu", garante. 

Porém, a tia de Alfredo (Nicolas Prattes) vai sentir tanta falta do bebê que deixará a tristeza tomar conta do seu coração e seu estado de espírito chamará a atenção do vendedor de tecidos.

"Desde que chegamos, vejo que está angustiada. Está arrependida de ter vindo?", pergunta o bonitão. Clotilde nega, mas decide abrir o jogo com o marido de uma vez por todas.

"Não, mas espero que não me condene pelos meus feitos passados. Preciso falar. Não se começa uma história com mentiras e fatos ocultos. Nem se apagam sentimentos pegando um trem de uma cidade à outra. Fiz algo terrível. Só quero que saiba que agi acreditando estar fazendo o que era melhor, o certo. Mesmo agora", dirá.

“O que foi que fez? Fale! Lembre-se que estamos determinados a avançar. A tocar nossa vida para frente", indaga Almeida. "Temos um filho, Argemiro. Um filho Aquele bebê lindo que acaba de nascer e que sorri quando você pega no colo. Não é o caçula de Olga e Zeca. É nosso!", revela a irmã de Lola.

"Um filho? Por que não me contou nunca?, pressiona o funcionário de Assad. "Porque estava casado e decidiu ficar com Natália, com os filhos que já tinha", dispara a solteirona.

Chorando, a sobrinha de Emília (Susana Vieira) pede perdão ao pai de Francisco. "A maneira que achei foi entregar o bebê para minha irmã. Eu me senti abandonada, tive medo de ser mãe solteira. Espero que não me odeie por ter feito o que fiz", implora.

"Não julgo, mas é terrível. Um filho meu com os outros", opina Almeida. "Já estava tudo acertado para mim. E então você chegou me prometendo uma vida, um lar, uma família, seus filhos. Mas como posso viver sem o meu bebê, sem o nosso bebê, Miro? Como posso?", indaga a moça.

A cena vai ao ar no próximo dia 5 de março.

Zeca entrega Chiquinho para os braços de Almeida

Em Éramos Seis, Clotilde confessará a Almeida que os dois tiveram um filho e ela entregou o menino para que Olga e Zeca adotassem. Agora que o casal se acertou, a prima de Adelaide (Joana de Verona) quer recuperar a criança. 

Depois do choque de saber o segredo da mulher amada, o funcionário de Assad decide voltar a Itapetininga atrás de Chiquinho. A decisão da solteirona vai pegar Olga de surpresa e as irmãs terão um embate para saber quem ficará com a criança.

Sensato, Zeca passa por cima de todo o seu sofrimento e concorda em devolver o menino para os pais biológicos. Porém, antes ele dá um sermão no vendedor de tecidos e o lembra que por mais de uma vez deixou sua cunhada nas mãos.

"Ora, mas pegaram o trem tão cedo por causa de quê?", questiona Olga. "Vim buscar o Chiquinho", responde Clotilde deixando a ruiva paralisada. "Olga, queria dizer. A vida tem caminhos muito tortos, a gente erra e depois tenta acertar”, alega a mulher de Almeida.

“Não sei se tinha o direito de voltar atrás numa decisão dessas, mas não se trata mais do que é certo ou errado. Não quero viver separada do meu filho", confessa a ~filha de Dona Maria (Denise Weinbert).

"Nosso filho", corrigirá Almeida. "Me desculpe voltar assim, mas eu não tinha conhecimento desse arranjo. Sei que Clotilde tomou essa decisão em um momento de desespero e provação. Mas eu sou o pai do Francisco", impõe o vendedor.

Olga reage e impede que o cunhado se aproxime do menino. "Nossa intenção foi apenas ajudar, acolher Clotilde em um momento difícil e solitário. Quando o senhor estava muito ocupado com seu antigo e segundo casamento, além de outros filhos", alfineta a mulher de Zeca.

A mãe de Clotilde e Olga tenta apaziguar a situação em vão. "O fato é que todos vocês agiram por amor. Não é hora de cobranças. E sim de resoluções", aconselha a chefe da casa.

"A senhora me desculpe, minha sogra, mas esse é um momento de franqueza. Gostaria de ter um colóquio a sós, de pai para pai, com seu Almeida", intervém o marido de Olga.
Zeca serve uma bebida ao cunhado e brinda o nascimento de Chiquinho.

"Antes de tudo, parabéns pelo filho. O senhor foi privado desse momento de celebração quando ele nasceu. Então, aqui vai um brinde à saúde de seu... Nosso menino", dirá enquanto ergue o cálice.

"O senhor há de convir que já deixou Clotilde na lama algumas vezes. Quem nos garante que não vai acontecer de novo? Minha preocupação é com Francisco, inocente no meio dessa confusão toda", sinaliza o caipira.

"Clotilde e eu estamos juntos, certo do que queremos. O amor mostra como fazer. Mesmo quando teimamos com ele", se defende o ex-marido de Natália (Marcela Jacobina).

“Está certo! É justo. É muito justo isso tudo aí que o senhor diz. Espero mesmo que não lhe falte juízo, seu Almeida... Porque estou lhe entregando o meu caçulinha", pontua Zeca antes de dar um abraço no cunhado.

A cena vai ao ar no capítulo do dia 6 de março.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!