Começo do fim

Bom Sucesso: Alberto lamenta tragédia e presta homenagem à ex-funcionária

Antes de sua morte, empresário prevê que a Prado Monteiro vai se reerguer


Antonio Fagundes
Alberto sofre com perda em Bom Sucesso - Reprodução/TV Globo

A paixão de Alberto (Antonio Fagundes) pelos livros fez do editor um grande empresário. Porém, nos capítulos finais de Bom Sucesso, o idoso vê seu patrimônio ser consumido pelo fogo. O culpado de tudo será Diogo (Armando Babaioff) que para se vingar do ex-sogro taca fogo na Prado Monteiro com todos lá dentro. Graças à Gisele (Sheron Menezzes), a família do ricaço consegue sair ilesa.

Já ela e o vilão serão dados com mortos. Diante da tragédia, Alberto dará uma entrevista para a TV lamentando que a editora tenha acabado. O pai da Nana (Fabiula Nascimento) ainda elogia a coragem da secretária que salvou sua vida e a da sua família.

Confira!

Gisele vira heroína após incêndio em editora

Bom Sucesso: Alberto lamenta tragédia e presta homenagem à ex-funcionária

Na reta final de Bom Sucesso, Diogo voltou com sede de vingança contra os Prado Monteiro. Enquanto esteve no poder, o vilão armou para que Marcos (Romulo Estrela) fosse preso e matou o filho da Nana. Não satisfeito, ele ainda despediu Mario (Lucio Mauro Filho) e tentou matar Paloma (Grazi Massafera). Porém, sua alegria durou muito pouco. Alberto encontrou uma forma de desmascarar o ex-genro e colocá-lo para fora da sua editora.

Além disso, Pessanha (Walter Breda), o comparsa contratado para fazer todo trabalho sujo, se revoltou contra o ex-amante de Gisele já que Diogo negou ajuda para garantir sua fuga.

Em breve, o safado será preso e entrega todos os podres do advogado que a essa altura já vai estar com seus bens bloqueados e sendo procurado pela polícia. Antes de morrer, Diogo surta, seqüestra Gisele e ateia fogo na editora.

O pilantra descobre que a secretária estava com ele apenas de fachada, a leva à força para a Prado Monteiro e faz todo mundo de refém. Para aterrorizar ainda mais, o advogado taca fogo e anuncia uma morte coletiva. Para azar do vilão, Gisele escapa do cativeiro e o enfrenta. A ex-namorada de Yuri (Marcello Melo Junior) se joga em cima de Diogo e enquanto os dois travam uma luta corporal, ela ordena que Alberto e sua família corram.

Marcos ainda pensa em salvar a moça, mas será impedido pelo fogo que se alastra rapidamente. Todos escapam dali, com exceção do ex-casal que será dado como mortos e não terão seus corpos identificados. A cena vai ao ar no próximo dia 17.

Alberto elogia Gisele e diz que editora irá se reerguer

Bom Sucesso: Alberto lamenta tragédia e presta homenagem à ex-funcionária

Provocado por Diogo, o incêndio na Prado Monteiro vai deixar todos devastados. A começar por Alberto, que lamenta ver o sonho de uma vida toda consumido pelo fogo. Logo após conseguir escapar das chamas e com a imprensa toda fazendo a cobertura da tragédia, o empresário concede entrevista a uma emissora de TV e prevê o futuro da empresa.

“A Prado Monteiro não está destruída. O fogo pode ter consumido nossos livros, nossas paredes. Mas ele não acabou com a nossa estrutura, que são as pessoas que mantém essa editora viva”, discursa Alberto.

Visivelmente abalado, o idoso aproveita a oportunidade para ressaltar a coragem de Gisele, ex-funcionária que supostamente morreu tentando salvar a todos que ali trabalhavam. “É justamente por causa de uma ex funcionária que nós estamos vivos para contar essa história. Infelizmente ela não resistiu, mas nós seremos eternamente gratos a Gisele Cavalcante”, fala para a Psiu TV.

A essa altura, todos ao redor estão arrasados com o que aconteceu. Nana será uma das primeiras a tentar amenizar a dor do pai. A executiva também irá reconhecer a generosidade da sua ex-assistente pessoal. “A Gisele deu para a gente uma segunda chance. Isso eu nunca vou esquecer. O seu último gesto foi de amor”, complementa a mãe de Sofia (Valentina Vieira) deixando de lado qualquer desavença com a moça. A sequência vai ao ar nos capítulos finais de Bom Sucesso.


Mais Notícias