Entrevista

De volta à Malhação após 12 anos, Rômulo Arantes Neto analisa papel: "Tem passado obscuro"

Em entrevista exclusiva, ator fala sobre o Rui de Malhação e sua semelhança com o pai

De volta à Malhação após 12 anos, Rômulo Arantes Neto analisa papel:
Rômulo Arantes Neto é Rui, pai biológico de Nina, filha da protagonista Rita em Malhação

Publicado em 27/10/2019 às 09:16:13 ,
atualizado em 27/10/2019 às 10:48:26

Por: Taty Bruzzi

Quem não se lembra do protagonista André, judoca boa praça que se apaixonava pela filha do homem responsável pela prisão do seu pai, interpretada pela atriz Thaila Ayala na temporada de 2007 da Malhação? Passados 12 anos, Rômulo Arantes Neto está de volta à novelinha que o projetou na televisão. Desta vez, mais maduro e com ares de vilão, cabe a ele interpretar Rui, o pai biológico da Nina, filha da protagonista Rita (Alanis Guillen).

“O Rui já entra na trama dando uma bagunçada na vida da Rita. Ele descobre que a filha está viva e o foco da vida dele, praticamente, vira ser pai dessa menina, ter essa menina para ele”, revela o ator em conversa exclusiva com o NaTelinha.

Assim como muitos profissionais que já passaram pela mesma experiência, Rômulo também se alegra em poder retornar a um projeto que além de ter dado muito certo na Globo vem se reciclando e conquistando cada vez mais o público. “Está sendo muito bom voltar para Malhação depois de 12 anos e, dessa vez, fazendo um antagonista. O Rui é muito interessante e tem uma profundidade. Dá para trabalhar várias facetas”, vibra. “É um projeto que eu tenho muito carinho, estou supersatisfeito e feliz”, comemora.

Segundo o ator, seu personagem vai apimentar ainda mais essa história que já é polêmica, uma vez que a Nina foi entregue para a adoção sem o conhecimento dos pais, adotada por um casal e, hoje, estão todos brigando pela guarda da criança. “Ele quer entrar na justiça junto com a Rita para ter a guarda da filha, se mete no relacionamento dela e do namorado, acaba sendo muito invasivo e, de certa forma, provocador”, avalia o galã.

“Ele é muito meticuloso e estratégico, existe uma frieza no Rui e isso incomoda qualquer pessoa. Então, ele acaba perturbando muito a vida da Rita e de quem está ao redor dela”, adianta o ator.

Rômulo não sabe afirmar se o seu personagem é realmente um vilão, mas não descarta esta possibilidade uma vez que o Rui tem um passado sombrio. Por isso, seu intérprete acredita que o rapaz veio para agitar a trama. “De alguma forma ele é encarado como um vilão, né?! Mas não necessariamente ele é o vilão”, opina. “Ele tem um passado obscuro. Teve um envolvimento muito forte com drogas, era uma pessoa agressiva que vivia nesse mundo obscuro”, lista.

“No que está sendo contado e nos textos que chegam para mim, o Rui é um cara que está limpo, mas que tem muita energia acumulada justamente porque não extravasa mais nas drogas”, revela.

Para o ator, seu personagem é alguém contido que pode explodir de repente. “Eu noto que o Rui tem uma energia muito acumulada que em algum momento pode reverberar para alguma coisa negativa”, opina. Indagado sobre o tema principal da atual temporada da novelinha, que é a adoção. Rômulo acredita na importância do debate de assuntos relevantes como este a fim de esclarecimento e para derrubar tabus.

“Todo assunto delicado é legal trazer à tona, para discussão. Para derrubar tabus, fazer com que as pessoas tenham mais consciência para que haja um diálogo maior. Uma sociedade onde as coisas tenham mais transparência e mais clareza também”, diz.

Está claro que o personagem vai brigar pelo direito de criar a filha. Antes de surgir o convite para Malhação, Rômulo já havia interpretado um pai em “Filhos da Pátria”. “Estou com 32 anos e acho que isso vai começar a acontecer cada vez mais” [risos], prevê.

Rômulo Arantes Neto e o pai: "Cada ano que passa vou ficando mais parecido com ele"

Para compor o Rui, Rômulo diz ter buscado inspiração nas informações que acumulou ao longo da vida, deixando guardadas em uma “caixinha” enquanto esperava a hora certa de colocá-las em prática. “Aquela intenção, força e energia me vem e eu me apodero daquilo na medida da necessidade”, entrega.

O ator alega, também, ter pego referências em alguns personagens do cinema como, por exemplo, o vilão Coringa, assim como o seu papel no filme “José Aldo, O Mais Forte Que o Mundo”.

“Ali também teve uma coisa de vilania muito forte, sádica, profunda e intensa. Então, eu tenho muito daquele registro. Não que eu use da mesma forma, mas aquela intenção de energia e intensidade eu consigo canalizar de várias formas”, explica.

Quanto ao destino do Rui e da Rita em Malhação - Toda Forma de Amar, o ator não descarta um revival. No entanto, caso isso realmente aconteça, Rômulo não acredita que a história dos dois possa durar muito tempo.

“Eu acho que eles vão ter um momento juntos de novo sim, o Rui e a Rita. Acho possível eles ficarem juntos durante um tempo e começarem a criar a filha, mas não vai durar muito”, especula. “Pelo o que eu vejo como telespectador, eu tenho a impressão de que o Felipe e a Rita vão ficar juntos no final”, ressalta.

Questionado a respeito da semelhança física com o pai, o saudoso Rômulo Arantes, o ator é só sorrisos ao citar o nadador e também ator brasileiro. “Pois é, cada ano que passa eu acho que vou ficando mais parecido com ele”, se emociona.

Segundo o galã, a comparação entre os dois é algo muito comum, natural, e que lhe agrada bastante. “Ele era um modelo para mim, é um exemplo para mim. Então, não tem o menor problema e eu fico orgulhoso”, abre o coração.

Para finalizar, indago se ele acredita que o pai sente orgulho da vida que o filho leva e Rômulo afirma que sim. “De onde ele estiver, eu tenho a certeza de que ele está contente e orgulhoso do meu caminho, da minha história, do meu esforço e da minha entrega. A gente tinha isso muito em comum, tudo que a gente tem a fazer a gente se entrega 120%”, conclui.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!