Reportar erro
Inspiração?

De mocinha ingênua a muitos vilões: novelas da Globo se inspiram em "Vale Tudo"

Atuais folhetins apresentam diversas histórias semelhantes à novela icônica dos anos 80

Raquel-Vale-Tudo_7bf0777a7fbbda22f356a9c6299dcbf17cdcc153.jpeg
"Vale Tudo" tem inspirado novelas atuais da Globo
Daniel César

Publicado em 29/06/2019 às 07:15:11

Que "Vale Tudo" foi um sucesso de público e crítica ninguém duvida. O fenômeno de audiência dos anos 80 escrito por Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Basseres é lembrada em praticamente todas as listas de melhores novelas de todos os tempos. A tal ponto de as três novelas atuais da Globo terem núcleos, situações e personagens inspiradas na obra que completou 30 anos de seu término em janeiro deste ano.

Muito embora as telenovelas brasileiras reproduzam por diversas vezes histórias que deram certo em tramas passadas, a coincidência das três produções atuais investirem, de um jeito ou de outro, em algo que foi ao ar em "Vale Tudo", acaba chamando a atenção.

O caso mais evidente acontece em "Verão 90". A trama das 19h que está prevista para terminar no próximo dia 26 de julho, levou ao ar uma sucessão de situações e personagens idênticos ao que se viu na novela dos anos 80. A começar por Janaína (Dira Paes), a personagem que tem tudo de Raquel Accioli (Regina Duarte).

Se a história de Janaína e Raquel se assemelham pelo fato de que as duas partiram do nada, eram cozinheiras e construíram um império com o trabalho honesto e com uma moralidade raramente vista em alguém, até o tom de interpretação dado por Dira Paes lembra, em muitos momentos, o de Regina Duarte, com direito até, à marca registrada da atriz mais velha, a famigerada virada de pescoço.

Ainda na novela das sete, podemos citar o fato de que a mulher trabalhadora foi roubada e abandonada pelo filho pilantra e vilão. Se em "Vale Tudo" quem agiu assim foi Maria de Fátima (Glória Pires), em "Verão 90" o papel coube a Jerônimo (Jesuíta Barbosa). 

E "Verão 90" compilou, inclusive, cenas inteiras da produção inspiradora. Numa sequência em que Janaína invade a PopTV e decide contar para Mercedes (Totia Meirelles) todas as falcatruas do filho Jerônimo e acaba humilhada pela mulher. A cena é idêntica ao que aconteceu em "Vale Tudo", quando Raquel tenta abrir os olhos de Odete Roitman (Beatriz Segall) sobre quem era verdadeiramente Maria de Fátima e sofreu com a crueldade da vilã.

De mocinha ingênua a muitos vilões: novelas da Globo se inspiram em \"Vale Tudo\"

Embora o folhetim de Izabel de Oliveira e Paula Amaral use muitos elementos da produção dos anos 80, ela não é a única. Antes de estrear, "A Dona do Pedaço" foi apontada por conta das semelhanças com a obra icônica da Globo. No ar, as referências ficaram claras.

A começar por Maria da Paz (Juliana Paes), a boleira que vende seu produto na rua e acaba virando milionária (história semelhante também a de "Verão 90"). A diferença aqui é que Maria da Paz carrega uma ingenuidade que não era vista em Raquel.

A filha não abandonou Paz, mas em compensação se uniu a um picareta para armar planos para se dar bem. Em "Vale Tudo" Maria de Fátima se une a César (Carlos Alberto Ricceli) para tentar enriquecer. Em "A Dona do Pedaço" isso cabe a Josiane (Ágatha Moreira) e Régis (Reinaldo Gianecchini). Inclusive, há outro momento em "Verão 90" que foi retirado da novela de Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Basseres. "Eu não transo violência", icônica frase de César quando é flagrado na cama com Maria de Fátima foi repetida por Jerônimo.

Outra lembrança importante entre a atual produção das novela e a obra que foi ao ar quando a principal faixa era às oito, se dá pela grande quantidade de vilões. Tanto "Vale Tudo" quanto "A Dona do Pedaço" apresentaram diversos vilões ao longo da narrativa.

Se as duas tramas possuem núcleos inteiros que se assemelham à icônica obra da década de 80, o mesmo não se pode dizer de "Órfãos da Terra". Mesmo com um estilo mais distante, a novela das seis escrita por Duca Rachid e Thelma Guedes também carrega lembranças de "Vale Tudo".

De mocinha ingênua a muitos vilões: novelas da Globo se inspiram em \"Vale Tudo\"

Logo nos primeiros trinta capítulos a dupla de autoras decidiu matar o cruel Aziz (Herson Capri) e criar o mistério do "quem matou Aziz". Embora o assunto tenha sido deixado em banho maria até o momento, este é um dos segredos do enredo para a reta final.

Assim como em "Vale Tudo" que criou aquele que é considerado por muitos como o mais bem sucedido "quem matou" da dramaturgia brasileira. O assassinato de Odete Roitman chamou tamanha a atenção que provocou onda de cartas à Globo e até promoções foram criadas oferecendo prêmios para quem descobrisse a identidade do assassino. Em "Órfãos da Terra" não se sabe ainda quem matou Aziz, mas em "Vale Tudo", o assassinato coube a Leila (Cássia Kiss).

Desde que foi ao ar entre 1988 e 1989, "Vale Tudo" serviu de inspiração para diversas novelas e possivelmente ainda outras referenciarão a obra icônica, mas a curiosidade de todas as tramas inéditas no ar lembrarem a produção, vale tudo, inclusive o registro.

De mocinha ingênua a muitos vilões: novelas da Globo se inspiram em \"Vale Tudo\"

Mais Notícias