Mexicana

Autora já criticou versão de "A Que Não Podia Amar", que estreia hoje no SBT

Novela já teve três versões na televisão

Autora já criticou versão de
Ana Brenda Contreras é "A Que Não Podia Amar"

Daniel César
i

Daniel César

Daniel César é jornalista formado, pós-graduado em linguística e em roteiro de televisão, com mestrado em Literatura. Trabalha com o universo da televisão desde 2010 e já fez cursos de dramaturgia com nomes como Carlos Lombardi e Thelma Guedes.

Publicado em 08/04/2019 às 15:33:35

O SBT estreia nesta segunda-feira (08), “A Que Não Podia Amar”, novela mexicana produzida pela Televisa em 2011 cuja versão é um remake. A emissora tem divulgado a produção ao longo da sua programação.

Com três versões televisivas, a história é base de uma rádionovela de Delia Fiallo. E nas três vezes aconteceu de tudo: desde a autora falando mal de uma das produções até o SBT exibindo uma delas.

Em 1997, Delia escreveu um artigo para a revista Telerevista de Miami. A roteirista relatou que o projeto foi produzido por Valentin Pimsteins, que comprou a primeira versão original da rádionovela, recebendo adaptação do escritor Carlos Romero. Essa história recebeu o título de “Monte Calvário” (1985).

A segunda versão, intitulada de “Te Sigo amando”, ocorreu em 1996 e não agradou a sua criadora original. O projeto ficou nas mãos de Carla Estrada e, segundo Fiallo, é uma profissional talentosa. Porém, nas reuniões entre as duas, pois Delia era supervisora de texto, não ocorria entendimento.

A responsável pela adaptação não seguiu os conselhos da criadora da versão original e foi ao ar diálogos diferentes do que foram propostos nos encontros. “Eu vi na tela e nada do que eu delineei na versão foi usado. Chegou uma hora que eu até queria que meu crédito fosse tirado. Não importa o quão bem sucedido seja a telenovela, eu não gosto, me senti desrespeitada, não é meu estilo de escrever novelas”, afirmou a roteirista.

A versão que será exibida pelo SBT é o terceiro remake, produzida em 2011. O segundo remake também passou na emissora de Silvio Santos, em 2000.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!