Levantamento

"O Tempo Não Para" tem pior Ibope em dois anos às 19h e Globo pede aceleração de acontecimentos


Nicollas Prates e Juliana Paiva em O Tempo Não Para
Divulgação/ TV Globo

"O Tempo Não Para" tem pior Ibope em dois anos às 19h e Globo pede aceleração de acontecimentos

Depois de um início promissor no horário das sete, a novela "O Tempo Não Para" é o novo grande problema de audiência para a Globo, que já tomou medidas nos últimos dias para reverter o quadro.

Levantamento feito pelo NaTelinha mostra que na última semana, entre 12 e 17 de novembro, a trama protagonizada por Juliana Paiva e Nicollas Prates marcou seu recorde negativo na Grande São Paulo na média semanal.

Foram apenas 23,0 pontos de Ibope, seguindo uma tendência de queda que foi acentuada principalmente neste mês de novembro. Até a última segunda-feira (19), o folhetim está com a pior audiência da faixa das 19h desde dezembro de 2016.

Neste mês, "O Tempo" tem média de 23,4 pontos. Apenas "Rock Story", em dezembro de 2016, teve uma média mensal pior no período citado acima. Na ocasião, apenas 23,0 pontos.

O que assustou a Globo é a queda se comparada ao primeiro mês da novela. Em agosto, foram 27,8 pontos de média, acima dos grande sucessos recentes do horário, como "Pega Pega" e "Haja Coração". Com uma queda de 17,2%, quase dois em cada dez telespectadores de SP não assistem mais a novela dos congelados.

Para reverter o quadro, antes do feriado de Proclamação da República, o diretor de teledramaturgia diária Silvio de Abreu, segundo apurou a reportagem, pediu um aceleramento forte dos acontecimentos da trama.

A maior crítica interna para "O Tempo Não Para" é que ela está "rodando em círculos" e sem nenhum grande atrativo para o telespectador, que muda de canal.

A ideia é que, pelo menos nos próximos dois meses finais, a novela recupere parte da audiência perdida.

Mais Notícias