Não para

Alexandra Richter diz se inspirar em Meryl Streep para emendar trabalhos

Alexandra Richter está no ar atualmente em "O Tempo Não Para"

Divulgação/TV Globo

Publicado em 17/08/2018 às 09:56:30

Por: Fabrício Falcheti

No ar como a Monalisa em "O Tempo Não Para", Alexandra Richter vem emendando uma novela na outra desde 2012 e comemora sua "fase maravilhosa".

Naquele ano, a atriz fez sucesso como a Sônia em "Cheias de Charme" e não parou mais. Depois, vieram "Malhação" (2013), "Boogie Oogie" (2014), "A Regra do Jogo" (2015), "Rock Story" (2016) e uma participação em "Pega Pega" no ano passado.

No Instagram, Alexandra Richter disse se inspirar em Meryl Streep para aguentar o ritmo e tanta variedade de personagens.

"Nessa fase maravilhosa de tantas participações em novelas, um dos meus principais desafios é essa transição gostosa e provocativa de personagens com histórias e parências tão plurais. Essa habilidade vem das referências da maravilhosa Meryl Streep que sempre fez cada personagem de maneira única", escreveu ela, que está com 51 anos.

Nos comentários, os seguidores foram só elogios. "Muito bem em todas as transições. O carisma como marca registrada!", disse um internauta. "Personagens únicas e icônicas", bradou outro. "É incrível observar essas mudanças, fica tão nítido o seu talento", escreveu mais um.

Alexandra Richter iniciou sua carreira na TV em 1996, no humorístico "Chico Total", de Chico Anysio. No ano seguinte começou nas novelas, em "Anjo Mau". Fez também "Por Amor" (1997), "Torre de Babel" (1998), "Laços de Família" (2000), "Brava Gente" (2001), "Malhação" (2001), "Coração de Estudante" (2002), "Celebridade" (2003), "A Diarista" (2005), "Zorra Total" (2005), "Carga Pesada" (2007), "Toma Lá, Dá Cá" (2008), "Passione" (2010) e "Os Caras de Pau" (2011). Sempre na Globo.



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!