Sem final em "O Outro Lado do Paraíso", intérprete de Desirée "cria" desfecho no Instagram

Divulgação/TV Globo

Publicado em 15/05/2018 às 17:09:32

Por: Fabrício Falcheti

"O Outro Lado do Paraíso" chegou ao fim na última sexta-feira (11) com algumas falhas no roteiro.

Além de Renato (Rafael Cardoso) não aparecer com um desfecho após ser baleado durante o sequestro de Tomaz (Vitor Figueiredo), Desirée (Priscila Assum) e Juvenal (Anderson Di Rizzi) ficaram sem final.

A "quenga" buscou um homem para lhe tirar da vida de garota de programa durante a novela inteira. Depois de altos e baixos, o casamento foi marcado, mas o público ficou na dúvida se os dois se casaram ou não, já que não houve uma cena no último capítulo.

Intérprete de Desirée, Priscila Assum então resolveu "criar" um final para sua personagem e brincou no Instagram.

"Para quem ficou curioso de como seria Desirée e Juvenal casando, segue esse editorial que fiz, justamente pensando no casamento dos sonhos de Desirée/ Cândida. Quem quiser conferir está no stories o link. #ooutroladodoparaiso #desiree #juvenal #editorialphotography", escreveu ela na legenda de uma foto onde aparece vestida de noiva para um ensaio.

Em tempo

Outro furo de "O Outro Lado do Paraíso" aconteceu no julgamento de Sophia (Marieta Severo).

Conforme já noticiado pelo NaTelinha, a vilã foi condenada por quatro crimes no seu julgamento: os assassinatos a tesouradas em Laerte (Raphael Vianna), Vanessa (Fernanda Nizzato), Rato (César Ferrario) e a tentativa em Mariano (Juliano Cazarré). Porém, um ficou sem ser desvendado e passou desapercebido pelo autor Walcyr Carrasco.

No capítulo exibido no dia 03 de fevereiro, Raquel (Erika Januza) sofreu uma tentativa de assassinato sendo atropelada pelo capanga de Sophia, Rato, a mando da patroa. Por consequência, a juíza ficou paraplégica e foi recuperando os movimentos do decorrer da novela.

Além disso, o namorado de Raquel, o delegado Bruno (Caio Paduan), acabou esquecendo de investigar esse caso, embora ele tenha ficando a maior parte do tempo, nos últimos capítulos, na busca de elementos que pudessem incriminar Sophia.

No capítulo exibido no dia 5 de fevereiro, houve a cena onde o delegado, ainda abalado com a possibilidade de morte da namorada, recebe o colega Nicolau (Alejandro Claveaux) e revela que recebeu uma fotografia com a placa do carro que atropelou Raquel. "Um rapaz bateu uma foto. Táqui", disse.

Tudo isso foi esquecido por Walcyr Carrasco. O delegado deixou de investigar o atropelamento da namorada sem explicações, deixou pra lá. Não descobriu quem era o dono do carro, e não chegou ao Rato, por consequência, à Sophia.

Aliás, se tivesse se desenvolvido, Raquel não poderia ter julgado Sophia, porque estaria diretamente envolvida com o caso.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade