Reportar erro
O Outro Lado do Paraíso

Um crime foi esquecido pelo autor no julgamento final de Sophia

sophia-mauricio-julgamento-ooutroladodoparaiso_a7eecb6ad4c3c05b3a733b5fdf1b9cc160af5564.jpeg
Divulgação/TV Globo
Sandro Nascimento

Publicado em 11/05/2018 às 23:10:09

No último capítulo de “O Outro Lado do Paraíso”, exibido nesta sexta-feira (11), Sophia (Marieta Severo) foi condenada por quatro crimes no seu julgamento:

Os assassinatos a tesouradas em Laerte (Raphael Vianna), Vanessa (Fernanda Nizzato), Rato (César Ferrario) e a tentativa em Mariano (Juliano Cazarré).

Porém, um crime ficou sem ser desvendado e passou desapercebido pelo autor Walcyr Carrasco.

No capítulo exibido no dia 03 de fevereiro, Raquel (Erika Januza) sofreu uma tentativa de assassinato sendo atropelada pelo capanga de Sophia, Rato, a mando da patroa. Por consequência, a juíza ficou paraplégica e foi recuperando os movimentos do decorrer da novela.

Além disso, o namorado de Raquel, o delegado Bruno (Caio Paduan), acabou esquecendo de investigar esse caso, embora ele tenha ficando a maior parte do tempo, nos últimos capítulos, na busca de elementos que pudessem incriminar Sophia.

Um crime foi esquecido pelo autor no julgamento final de Sophia

No capítulo exibido no dia 5 de fevereiro, houve a cena onde o delegado, ainda abalado com a possibilidade de morte da namorada, recebe o colega Nicolau (Alejandro Claveaux) e revela que recebeu uma fotografia com a placa do carro que atropelou Raquel. "Um rapaz bateu uma foto. Táqui", disse.

Tudo isso foi esquecido por Walcyr Carrasco. O delegado deixou de investigar o atropelamento da namorada sem explicações, deixou pra lá. Não descobriu quem era o dono do carro, e não chegou ao Rato, por consequência, à Sophia.

Aliás, se tivesse se desenvolvido, Raquel não poderia ter julgado Sophia, porque estaria diretamente envolvida com o caso.

Houve uma cena em que Clara ( Bianca Bin) desconfiou que a mandante do atropelamento fosse sua arquirrival com intenção de tirar a amiga juíza do processo da guarda de Tomaz, e contou para Patrick (Thiago Fragoso).

Sendo questionada, Sophia já tinha assumido o crime para Lívia (Grazi Massafera). "O que importa agora, Lívia, é que estamos livres daquela juíza”, revelou.

Depois da redenção de Lívia, ela não contou para ninguém a tramoia da vilã.

Com isso, a tentativa de assassinato cometido por Sophia contra a juíza Raquel ficou sem ser desvendada. Walcyr Carrasco esqueceu?

Mais Notícias