Clássico

Veja curiosidades de "Grease - Nos Tempos da Brilhantina", que está completando 40 anos





Protagonistas de Grease
Divulgação

Publicado em 10/11/2018 às 09:03:35

Por: Taty Bruzzi

Há 40 anos estreava nos cinemas “Grease - Nos Tempos da Brilhantina” (1978), musical estrelado por John Travolta e Olivia Newton-John.

O clássico contava a história de amor entre os estudantes Danny e Sandy, que se conheciam durante o verão e se reencontravam na escola.

Com trilha sonora sensacional, até hoje o filme é lembrado pelos saudosos da época e encanta quem o assiste pela primeira vez.

Aproveitando que novembro é também o mês do seu aniversário, a rede de cinemas UCI promove na próxima segunda-feira (12) uma sessão especial com a exibição do musical a preços promocionais.

Esta será uma ótima oportunidade dos fãs assistirem ao filme na telona e em versão remasterizada.

Pegando carona no embalo da comemoração, destacamos 10 curiosidades sobre esse fenômeno do cinema.

Confira:

- Inspiração: escrito em 1971 por Jim Jacobs e Warren Casey, a dupla se inspirou em uma escola secundária de Chicago.

- A escolha dos protagonistas: inicialmente, Henry Winkler (“Happy Days”) foi convidado para interpretar Danny, mas recusou o convite por medo de ficar marcado pelo papel. Já Carrie Fischer, a Princesa Leia de “Star Wars”, e a cantora Marie Osmond foram os primeiros nomes cogitados para o papel de Sandy.

- A origem da mocinha: Olivia Newton-John conseguiu o papel durante um jantar com o produtor Allan Carr, que se encantou pela atriz Australiana. Como ela não conseguia reproduzir o sotaque americano, ele decidiu mudar o sobrenome da personagem de “Dumbroski” para “Olsson”. A estrela é 9 anos mais velha que Travolta, mas a idade não comprometeu o perfil do casal de protagonistas.

- Visual de Sandy: a legging de couro usada por Olivia Newton-John no final da trama pertenciam a atriz. Por outro lado, a mudança radical de estilo da personagem na reta final da história, que passou de “careta” para “ousada” não agradou à crítica que afirmou ter sido exagerada.

- Visual de Dany: o Bad Boys interpretado por John Travolta nos cinemas foi inspirado no saudoso ator James Dean. A jaqueta que o estudante usa logo no início do filme foi uma homenagem a peça usada pelo galã em “Rebel Without a Cause”.

- As canções: “Grease”, “Sandy”, “You’re the One That I Want”, e “Hopelessly Devoted to You” foram incluídas de última hora na produção. A baladinha interpretada por Olivia Newton-John acabou recebendo indicação para o Oscar.

- “Olhe para mim, eu sou Sandra Dee”: na peça original que serviu de inspiração para o filme o galã Sal Mineo é mencionado. No entanto, ele foi assassinado em 1976. Então, os roteiristas resolveram substituir seu nome na canção pelo do Elvis e o astro morreu no dia em que a cena foi gravada.

- “Hand Live”: duas semanas foi o tempo que a produção levou para concluir a cena de dança. O ginásio que serviu de cenário não tinha janelas e a temperatura no local chegou a 37ºC. Um casal de atores ficou doente por causa do forte calor. Além disso, Michael Tucci (T-Bird Sonny) chegou a desmaiar em cena, precisando de atendimento médico.

- Chicletes: Ao todo, 100 mil chicletes foram disponibilizados para o elenco durante as filmagens.

- Sucesso de bilheteria: “Grease - Nos Tempos da Brilhantina” foi a maior bilheteria de filme musical do século 20. Quatro canções foram parar na Billboard. Já o longa arrecadou US$ 400 milhões de dólares. A produção só perdeu o título de filme musical de maior bilheteria de todos os tempos para “Mamma Mia!”, lançado em 2008.



publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!