Reportar erro
Batman

Escolha de Heath Ledger para o papel de Coringa foi questionada, diz co-roteirista

heathledger(1)_dc540bdd4d8731c47bbc4e91bf7cf3dfe24a1a10.jpeg
Divulgação
Taty Bruzzi

Publicado em 06/08/2018 às 21:41:50

Lançado em 2008, “Batman - O Cavaleiro das Trevas” deu ao saudoso Heath Ledger o Oscar póstumo de melhor ator coadjuvante.

O astro interpretou o Coringa na trama dirigida por Christopher Nolan. Em recente entrevista, o irmão do diretor disse que ninguém entendeu sua escalação na época.

De acordo com Jonathan Nolan, co-roteirista do longa-metragem, a escolha de Ledger para o papel do vilão criou uma aura de mistério e de surpresa sobre a atuação do astro.

"Quando escrevi 'O Cavaleiro das Trevas', Cris teve de imaginar como iria representar o Coringa. Ele teve um ótimo encontro com Heath Ledger”, disse.

“Eu não entendi nada, o estúdio não entendeu nada. E fãs... Nós fomos ridicularizados por isso. 'Pior escalação de elenco de todos os tempos!'”, declarou.

Nolan explicou que seu irmão se viu entre a cruz e a espada. “Dar aos fãs o que eles pediam ou dar aos fãs o que eles queriam, ou seja, 'vamos achar a porra de um ator sério, alguém que chegue e destrua com esse papel'", concluiu Jonathan.

Ator entrou para a lista dos melhores vilões de Hollywood

Escolha de Heath Ledger para o papel de Coringa foi questionada, diz co-roteirista

A preparação de Heath Ledger para o papel de Coringa lhe rendeu o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante.

Além disso, em enquete para listar os melhores vilões do cinema, o personagem do ator superou Darth Vader (“Star Wars”) e Hannibal Lecter (“O Silêncio dos Inocentes”).

Para o papel, Ledger transformou o seu apartamento em uma espécie de santuário do vilão, um espaço com quadrinhos, referências e imagens relacionados ao personagem.

O galã australiano faleceu de overdose acidental por medicamento em janeiro de 2008, meses antes da estreia de “Batman - O Cavaleiro das Trevas” nos cinemas.

Rumores apontavam para uma suposta depressão. Entretanto, as irmãs do astro negaram a hipótese do quadro ter sido decorrente do laboratório para o papel no filme. “Ele estava muito feliz”, afirmaram.

Mais Notícias