Clássico

Estrelado por Bruce Lee, "Operação Dragão" vai ganhar reboot

Divulgação

Publicado em 24/07/2018 às 19:00:56

Por: Taty Bruzzi

Lançado em 1973, “Operação Dragão” vai ganhar reboot pelas mãos de David Leitch (“Deadpool 2”).

O clássico estrelado pelo saudoso Bruce Lee foi responsável por tornar o ator um ícone do cinema e das artes marciais, além de popularizar os estilos orientais de luta nos Estados Unidos.

Na trama original, Bruce Lee interpreta um jovem aprendiz de caratê que se vê obrigado a participar de um torneio exclusivo e muito violento.

Na verdade, ele deseja vingar-se da morte de sua irmã eliminando os responsáveis por abusarem da jovem na edição anterior da competição clandestina.

Para isso, ele viaja até uma ilha secreta pertencente a um contrabandista internacional de drogas chamado Han (Kien Shih).

O desejo da Warner Bros em se fazer um remake de “Operação Dragão” não chega a ser uma novidade.

O nome de Spike Lee chegou a ser cogitado pelos estúdios, juntamente com Brett Ratner, acusado de assédio, mas o projeto anterior não foi para frente.

Agora, com Leith à frente, resta apenas encontrar um roteirista capaz de dar seguimento ao filme ainda sem data de lançamento.

Curiosidades:

- Bruce Lee faleceu três semanas antes da pré-estreia do filme, em Hong Kong;

- Durante as filmagens, o ator sofreu um acidente. Ao ser jogado em direção a umas garrafas ele cortou a mão e os trabalhos tiveram que ser pausados até sua recuperação;

- Na cena em que contracena com uma cobra, Bruce Lee foi picado de verdade. Sua sorte é que a glândula de veneno já havia sido extraída do animal;

- Jackie Chan participou do filme. O ator aparece no final da trama contracenando com Lee, que segura seu cabelo antes de golpeá-lo. O ator acertou o rosto do colega por acidente. Na ocasião, ele disse que Chan participaria de todos os seus filmes dali em diante, mas Bruce morreu antes de cumprir sua promessa.



publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!