Reportar erro
Assista

Tom Cruise precisou de 12 horas de fisioterapia diárias para voltar às filmagens

tomcruise_3cfffa8e0902561b9f1a977d7a3338503cb44547.jpeg
Divulgação
Taty Bruzzi

Publicado em 28/04/2018 às 17:20:20

No ano passado, Tom Cruise se machucou durante as filmagens de “Missão Impossível 6”, sexto filme da franquia que estreia dia 27 de Julho. Em uma cena, o astro precisa dar um grande salto, mas se desequilibrou e acabou indo de encontro a uma parede, fraturando o tornozelo.

Enquanto se recuperava, a produção ficou parada. Para evitar atrasos, o ator passou por uma severa reabilitação.

O procedimento contou com 12 horas por dia de fisioterapia durante 6 semanas. Foi o próprio astro quem contou sua façanha durante participação no CinemaCon na última semana, em Las Vegas.

“Eu fui direto para a reabilitação. Aproximadamente 10 a 12 horas por dia, sete dias por semana, porque seis semanas depois eu tinha que estar no set e doze semanas depois eu tinha que correr de novo”, disse.

De acordo com o ator, os médicos não deram garantias de ele estaria bem para voltar a filmar em tão pouco tempo. “Eu disse: Ok, eu tenho que descobrir isso e eu tenho que descobrir rápido”, contou.

Durante o processo, Cruise passou o tempo livre lendo. "Eu leio muitos livros, geralmente assisto a um filme por dia, de filmes antigos a filmes novos", revelou

Conhecido por não usar dublês em suas cenas de ação, Tom Cruise já fez muitas manobras arriscadas nos outros filmes da franquia.

Em entrevista ao “Grahan Norton Show”, em janeiro deste ano, o ator contou como foi quando se machucou em cena

"Eu estava perseguindo Henry [Cavill] e estava destinado a bater na lateral da parede e me levantar, mas o erro foi o meu pé bater na parede", explicou.

"Eu soube imediatamente que meu tornozelo estava quebrado e eu realmente não queria fazer aquilo de novo. Então, apenas levantei e continuei com a cena. Eu disse: 'está quebrado. Isso é um envoltório. Leve-me para o hospital e depois todos pegaram o telefone e organizaram suas férias", concluiu.

Mais Notícias