Coringa de Heath Ledger recebe o título de maior vilão da história do cinema

Divulgação

Publicado em 23/01/2018 às 19:41:53

Por: Taty Bruzzi

Nesta segunda-feira (22), a morte de Heath Ledger completou 10 anos. O ator australiano partiu cedo, aos 29 anos, por overdose de medicamentos, deixando muitos fãs saudosos.

Em novembro do ano passado, o documentário “I Am Heath Ledger” chegou a ser lançado em sua homenagem. O filme, conta a trajetória do astro através de imagens antigas e dos depoimentos de amigos e familiares.

Já sua interpretação como Coringa em “Batman – O Cavaleiro das Trevas” (2008) tornou-se memorável, chegando a lhe render três prêmios póstumos: BAFTA, Globo de Ouro e o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante.

E mesmo depois de tantos anos, a performance continua viva nas lembranças de quem curtia o ator. A prova disso é que o Coringa de Heath Ledger acaba de ser eleito o maior vilão da história do cinema através de votação popular.

Para se ter ideia da importância do título, seu personagem desbancou Darth Vader, da franquia “Star Wars”, e Hannibal Lecter, de “O Silêncio dos Inocentes”, que ficaram com o segundo e o terceiro lugar.

O resultado faz parte de uma enquete realizada através do site “Ranker.com” e a atuação do saudoso ator recebeu 17.376 votos, quase 10 mil a mais que Darth Vader. Confira a lista completa:

- 1º: Coringa – “Batman: O Cavaleiro das Trevas”
- 2º: Darth Vader – “Star Wars”
- 3º: Hannibal Lecter – “O Silêncio dos Inocentes”
- 4º: Lord Voldemort – “Harry Potter”
- 5º: Freddy Krueger – “A Hora do Pesadelo”
- 6º: Jack Torrance – “O Iluminado”
- 7°: Imperador Palpatine – “Star Wars”
- 8º: Agente Smith – “Matrix”
- 9º: T-800 – “O Exterminador do Futuro”
- 10º: Magneto – “X-Men”

Ator se manteve isolado por um mês enquanto montava o seu papel

Antes de dar vida ao memorável personagem, Heath Ledger já havia sido convidado pelo diretor Christopher Nolan para interpretar o homem morcego em “Batman Begins”, mas recusou o papel, que ficou com Christian Bale.

Entretanto, o ator não pensou duas vezes em aceitar interpretar o vilão no filme seguinte. De acordo com o cineasta, Ledger ainda se entregou de corpo e alma como se soubesse que esta seria sua grande e última atuação no cinema.

“Ele teve uma visão para algo... Ele gostava de sentir fome pelo personagem e quando veio até mim, ele estava claramente nesse estado: com muita fome. Ele estava pronto para fazer algo assim", afirmou o diretor durante evento organizado pela “Film Society of Lincoln Center”.

O reconhecimento do ator foi fruto de uma dura preparação para compor o personagem. Durante um mês, Ledger se manteve trancado em um quarto de hotel estudando o andar, a voz, os trejeitos e, até, os pensamentos de um serial killer.

De acordo com o pai do astro, Kim Ledger, todo material foi registrado em um diário pessoal. Incluindo, um álbum de recortes. "Ele gostava de mergulhar em seus personagens, mas desta vez ele foi fundo", concluiu.



publicidade

TAGS:

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade