Rob Reiner

Cineasta dá resposta atravessada à Vladimir Putin após ser banido da Rússia

Há uma lista com quase mil nomes banidos do país que iniciou guerra contra a Ucrânia


Vladimir Putin com cara de poucos amigos e Rob Reiner sorrindo
Vladimir Putin proibiu entrada de cineasta na Rússia - Foto: Divulgação

Rob Reiner, veterano cineasta responsável por filmes como Antes de Partir (2007) e O Lobo de Wall Street (2013) reagiu com deboche ao ser informado que virou persona non grata na Rússia. "Sem comentários. Exceto para dizer que estou com o coração partido e terei que viver com essa decepção", ironizou ao Deadline nesta terça-feira (24).

O cineasta estava entre os 960 estadunidenses que foram permanentemente proibidos de entrar no país presidido por Vladimir Putin. Um dos lendários profissionais de Hollywood ganhou a restrição depois de dirigir um vídeo de 2017 sobre a interferência do Kremlin nas eleições presidenciais 2016 dos Estados Unidos.

A lista inclui outros nomes conhecidos como Joe Biden, presidente dos EUA, Kamala Harris, Hilary Clinton, Mark Zuckerberg e Morgan Freemen, este último narrou o tal vídeo produzido por Rob.

Vladimir Putin não põe fim à guerra

Cineasta dá resposta atravessada à Vladimir Putin após ser banido da Rússia

A Rússia começou a guerra em 24 de fevereiro, e já completa três meses no leste europeu. Vladimir Putin, presidente do país, chama a invasão de "operação militar especial" e não há sequer previsão para terminar. 

Apesar dos bombardeios, milhares de mortos e milhões de refugiados, a Rússia não reconhece a operação militar como uma guerra. As leis locais proíbem que os russos utilizem o termo "guerra" para se referir ao conflito.

Mais Notícias
Outros Famosos