Reportar erro
Fortaleza

Kim Kardashian e Kanye West viajam para o Caribe e local à "prova de paparazzi"

Casal está tentando se reaproximar e salvar casamento

Kanye West, Kim Kardashian e os filhos
Família embarca rumo ao Caribe - Reprodução/Instagram
Redação NT

Publicado em 05/08/2020 às 09:29:00

O casal Kim Kardashian e Kanye West está disposto a salvar o casamento, e para isso, pularam em um jatinho particular com seus filhos, voando diretamente para uma ilha no Caribe, segundo informações do site TMZ desta quarta-feira (5).

O objetivo é salvar o casamento. Geralmente, as Kardashians são conhecidas por serem fotografadas em todos os lugares, mas o plano dessa viagem é que não exista nenhuma.

Segundo a publicação, a família está hospedada em um local que é descrito como uma "fortaleza", sendo à prova de paparazzis. Uma propriedade tão remota que é praticamente impossível que os "invasores" se aproximem.

A matéria ainda acrescenta que há um silêncio total sobre as férias da família, e esse poderia ser o teste final do casamento. Eles tiveram pouco contato nos últimos meses. Os pronunciamentos de West em seu comício na Carolina do Sul e no Twitter certamente não ajudaram.

Vale lembrar que Kim Kardashian havia ficado furiosa com o marido. West disse em comício no mês de julho, que eles cogitaram abortar a primeira filha, North. E depois, afirmou que estava tentando se divorciar dela há dois anos.

A maneira como West tem agido em público levou a desconfianças quanto ao seu estado psicológico, o que Kardashian reiterou em declaração pública: "Como vocês sabem, o Kanye sofre de transtorno bipolar".

O sonho de Kanye West

Aos 43 anos, o músico tenta a candidatura à presidente dos Estados Unidos, que ocorre este ano. E quer Jay-Z para ser vice. Seu adversário deve ser o atual presidente Donald Trump, que deve tentar a reeleição. O primeiro compromisso de West como candidato aconteceu há 10 dias.

Um dos empecilhos é de que o nome de Kanye West não pode ser inscrito em seis estados americanos. O prazo já passou e ele perdeu o período de inscrição. Nos estados que ainda não está aberto, precisaria correr contra o tempo: apresentar uma plataforma de campanha, e principalmente, coletar o número de assinaturas exigido em cada estado.

O músico vinha demonstrando interesse em ser presidente desde 2015.

Mais Notícias
Outros Famosos