Saudades

Fãs e famosos homenageiam Ricardo Boechat um ano após a sua morte

Jornalista foi vítima de um acidente aéreo

Fãs e famosos homenageiam Ricardo Boechat um ano após a sua morte
Ricardo Boechat morreu no ano passado - Foto: Reprodução/Band

Publicado em 11/02/2020 às 10:00:00 ,
atualizado em 11/02/2020 às 10:34:46

Por: Redação NT

No dia 11 de fevereiro de 2019, Ricardo Boechat morreu aos 66 anos, vítima de um acidente aéreo em São Paulo. Um ano após seu falecimento, famosos e fãs fizeram o jornalista ser um dos temas mais citados do Twitter por conta de homenagens a ele.

Muito querido, seus últimos trabalhos aconteceram na Rádio Band e na TV Bandeirantes. Ele foi homenageado ao vivo no Jornal da BandNews FM e o programa dedicou a programação desta terça-feira (11) para relembrá-lo.

“É mais um desabafo do que uma homenagem, porque não dá pra homenagear um cara tão querido por todos”, iniciou Eduardo Barão, apresentador da atração da rádio. “P****, Careca. Por que você não foi de carro? Você me perguntou se Campinas era longe e eu falei ‘É uma hora. Rapidinho. Eu sei que você queria voltar mais cedo pra curtir as meninas, a Catarina e a Valentina, ou ficar com a sua doce Veruska, mas era pra voltar”, afirmou.

“P****, Careca. Por que você foi agora? Depois de se reinventar no rádio, se tornar o maior comunicador do país, todo mundo acordava sete e meia pra te ouvir, mesmo que não fosse pra concordar. Era por meio da sua voz que o povão pobre e o povão rico se sentia representado e com força para aguentar mais um dia”, continuou.

“Quanta falta, quantas saudades você deixou. Mas saiba que sua vida não foi a toa, não foi a toa o que você fez. Sua memória será lembrada como de um amigo íntegro, incansável em busca de notícia. E aqui, em cima, do lado, eu consigo te ouvir falar: ‘Não f***! Segue esse barco aí. Um beijo, Boechat”, emocionou-se o radialista.

Paloma Tocci, que dividiu a bancada do Jornal da Band com Ricardo durante quatro anos, usou as redes sociais para homenagear o antigo colega e amigo. “Um ano sem Boechat. Poxa vida, como faz falta. Que honra cada vez que cruzo com algum fã dele na rua e falam dele pra mim... É muito especial ter a minha imagem, meu nome ligado a ele! ”, escreveu na legenda da foto em que ela aparece ao lado do jornalista.

Confira a repercussão abaixo:

Morte de Ricardo Boechat

Boechat morreu numa tarde de segunda, quando aconteceu a queda de um helicóptero na rodovia Anhanguera, na altura do quilômetro 7 do Rodoanel. Seu destino era o heliponto da Band.

O jornalista vinha de Campinas, onde deu uma palestra sobre ética para funcionários de uma indústria farmacêutica. Ele apresentava o Jornal da Band desde 2005.

Ricardo Boechat foi um dos jornalistas mais respeitados do Brasil. Prestigiado, é o recordista de prêmios do Comunique-se e venceu três vezes o troféu Esso.

Boechat iniciou sua carreira na década de 70, escrevendo em jornais como O Globo, Jornal do Brasil, O Estado de São Paulo, entre outros.

Também fez parte do casting da Globo. A partir de 1996, foi comentarista diário no “Bom Dia Brasil”, além de ter trabalhado no Jornal da Globo. Sua saída aconteceu em 2001, de forma polêmica.

Ao longo da sua extensa carreira, passou pelo SBT e foi diretor de jornalismo da Band. Atualmente, era contratado para ser âncora da Band News FM e do Jornal da Band. Também escrevia para a revista IstoÉ.

Além de ganhar a credibilidade do mercado publicitário, Boechat tinha o carinho do público e respeito dos seus colegas de trabalho.

Conhecido pela personalidade forte, marcada por opiniões controversas, Ricardo nunca deixou o bom humor de lado e sua carreira será marcada pelo bom profissional que foi e pela facilidade em dialogar com as pessoas.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!