Reportar erro
Ano de luto

Acaba logo 2019: Ano foi marcado pela morte de famosos em tragédias

Muita gente foi embora neste ano; relembre alguns

Tela dividida em montagem com Gugu Liberato e Ricardo Boechat
Gugu e Ricardo Boechat foram duas das dezenas de mortes de famosos em 2019. Foto: Montagem
Daniel César

Publicado em 31/12/2019 às 06:23:38

Ao longo de 2019, o público se despediu de grandes talentos da televisão, do jornalismo, da música e das artes. Dentre os nomes, as mortes de Ricardo Boechat, Gabriel Diniz e Gugu Liberato chocaram o país, por terem ocorrido através de tragédias.

Mas estes foram apenas três das várias perdas, fazendo os brasileiros lamentarem e pedirem nas redes sociais para 2019 acabar logo. Por causa disso, o NaTelinha relembra as mortes dos famosos que deixaram saudade.

Confira a lista:

Bibi Ferreira (11 de janeiro)

Acaba logo 2019: Ano foi marcado pela morte de famosos em tragédias

A dama do teatro brasileiro, Bibi Ferreira se despediu dos palcos da vida logo na primeira quinzena de 2019, numa espécie de mau presságio do que seria o ano. A atriz tinha 96 anos e era muito conhecida entre os artistas do pais.

Bibi dava nome a uma companhia teatral e faleceu após uma parada cardiorrespiratória enquanto estava na cidade do Rio de Janeiro. Com poucas novelas no currículo, a atriz sempre deixou claro que era apaixonada pelo teatro e não era grande entusiasta da televisão.

Wagner Montes (26 de janeiro)

Acaba logo 2019: Ano foi marcado pela morte de famosos em tragédias

Wagner Montes era um dos mais famosos jornalistas e apresentadores do Brasil. Titular do Cidade Alerta, da Record no Rio de Janeiro, ele tinha 64 anos e faleceu depois de enfrentar complicações por conta de uma infecção urinária. Ele tinha sido eleito Deputado Federal, mas morreu antes da posse.

O apresentador ganhou fama no Brasil ao participar do icônico Show de Calouros, de Silvio Santos, nos anos 80 e 90. Ele era um dos jurados que participavam do game show e trabalhou ao lado de Sônia Lima, sua esposa.

Ricardo Boechat (11 de fevereiro)

Acaba logo 2019: Ano foi marcado pela morte de famosos em tragédias

Um dos mais icônicos jornalistas brasileiros, Ricardo Boechat era considerado como um dos nomes mais importantes do jornalismo brasileiro. Com 66 anos, o profissional morreu após um acidente aéreo, quando o helicóptero em que ele estava caiu na grande São Paulo.

Boechat trabalhava na Band e sua morte causou comoção por conta de sua história no meio do jornalismo. Praticamente todas as emissoras fizeram grande cobertura da tragédia, inclusive à Globo que dedicou boa parte de sua programação para homenagear seu ex-contratado.

Lúcio Mauro (11 de maio)

Acaba logo 2019: Ano foi marcado pela morte de famosos em tragédias

Quando se pensa em humor na TV brasileira o nome de Lúcio Mauro é sempre lembrado. Com papéis importantes ao longo de sua extensa carreira na Globo, ele marcou várias gerações, inclusive a atual com seus trabalhos recentes no Zorra Total.

Ele morreu aos 92 anos depois de passar dois meses internado no Rio de Janeiro. Pai do ator Lúcio Mauro Filho, que atualmente está em Bom Sucesso, o humorista faleceu por problemas respiratórios.

Gabriel Diniz (28 de maio)

Acaba logo 2019: Ano foi marcado pela morte de famosos em tragédias

Mais um cantor que morreu no auge da carreira. O ano de 2019 parecia promissor para Gabriel Diniz que estava explodindo com o hit Jeniffer. O que ninguém imaginava é que a trajetória profissional seria interrompida tragicamente por conta de um acidente aéreo.

Com 28 anos, o sertanejo faleceu vítima de uma queda do avião em que ele estava, na região de Porto do Mato, no nordeste do Brasil. A morte chocou fãs e amigos que fizeram diversas homenagens.

Paulo Henrique Amorim (10 de julho)

Acaba logo 2019: Ano foi marcado pela morte de famosos em tragédias

O jornalista Paulo Henrique Amorim foi mais um que se despediu da vida em 2019. Pouco tempo depois dele ser afastado do Domingo Espetacular, da Record, o profissional acabou sofrendo um infarto fulminante em sua casa no Rio de Janeiro.

Profissional muito respeitado na área do jornalismo, Paulo Henrique trabalhou por muitos anos na Globo e estava na Record desde 2003. Ele foi o responsável pela formatação de programas como o Tudo a Ver. O jornalista tinha 77 anos.

Fernanda Young (25 de agosto)

Acaba logo 2019: Ano foi marcado pela morte de famosos em tragédias

Atriz, escritora e apresentadora, essa era Fernanda Young. Uma das profissionais que mais trabalhavam na TV e, talvez por isso, o anúncio de sua morte pegou muita gente de surpresa. Junte-se a isso o fato de que a artista tinha apenas 49 anos, a crise de asma que a levou à morte fez famosos e fãs lamentarem.

Fernanda morreu no ano em que lançou sua nova série, a primeira para o streaming. Pouco antes de seu falecimento o Globoplay havia disponibilizado a primeira temporada de Shippados, sua nova produção de humor. Mas a mais famosa obra da artista foi Os Normais.

Jorge Fernando (27 de outubro)

Acaba logo 2019: Ano foi marcado pela morte de famosos em tragédias

O diretor da Globo se tornou um dos mais famosos por conta de seus recorrentes trabalhos no horário das 19h. Com diversas parcerias de sucesso ao longo da carreira, tendo dirigido novelas como Guerra dos Sexos, Que Rei Sou Eu? e Alma Gêmea.

Jorge faleceu aos 64 anos depois de uma parada cardíaca no Rio de Janeiro. Seu último trabalho na Globo foi justamente neste ano com a novela Verão 90, terminada no mês de julho.

Gugu Liberato (22 de novembro)

Acaba logo 2019: Ano foi marcado pela morte de famosos em tragédias

Um dos comunicadores mais importantes da TV brasileira e o homem que se transformou em líder de audiência no dia mais concorrido e fora da Globo, este foi Augusto Liberato. No auge da carreira, nos anos 90, Gugu foi líder no Ibope com o Domingo Legal por diversas semanas consecutivas.

Gugu morreu após um acidente doméstico. Ele tinha 60 anos e atualmente estava na Record, onde apresentava dois programas: o Power Couple Brasil e o Canta Comigo.

Outras mortes

O ano de 2019 foi tão intenso quando o assunto é falecimento que foram dezenas de despedidas.

Também morreram neste ano:  Marcelo Yuka, Caio Junqueira, Domingos Oliveira, Caroline Bittencourt, Beth Carvalho, Rafael Miguel, João Gilberto, Ruth de Souza, Deise Cipriano, Roberto Avalone, Zilda Cardoso, MC Sapão, Rapadura, Walter Mercado, Marie Fredriksson, Kito Junqueira, Rubens Ewald Filho, Sonia Guedes, Serguei, Mario Lucio Vaz, Andre Matos, Clovis Rossi, Bira, Lady Francisco, Paulo Pagni, Padre Quevedo, Marciano, Edyr de Castro, Roberto Leal, Maurício Sherman, Hilda Rebello.

Mais Notícias
Outros Famosos