Para maiores

Geisy Arruda invade local de gravação de filmes adultos: "Morram de Inveja"

A famosa foi entrevistar o ator conhecido como Kid Bengala

Geisy Arruda invade local de gravação de filmes adultos:
Geisy Arruda - Foto: Reprodução/Instagram

Publicado em 25/10/2019 às 15:18:55 ,
atualizado em 25/10/2019 às 15:36:38

Por: Leandro Mendonça com Redação NT

Geisy Arruda adora uma polêmica, isso já sabemos. Na web, ela aproveita o espaço para causar, seja nas redes sociais ou mesmo no seu canal do YouTube que tem o nome sugestivo de Ponto G.

Nesta quinta-feira (24), ela visitou um local inusitado e fez questão de antecipar alguns detalhes para os seus fãs. Tratava-se da Casa das Brasileirinhas, que é cenário para a gravação de conteúdo adultos.

A missão principal da loira é entrevistar Kid Bengala, um dos atores mais bem sucedidos do segmento, e ela destacou o momento como um dos mais "épicos" da sua carreira.

Nas redes sociais, Geisy também apareceu conferindo outros atores pornô, e ao se deparar com uma cena entre duas mulheres, disparou: “Olha que lindas, colegiais, ninfetinhas! Vou filmar o que der pra vocês. Morram de inveja!”.

Canal do YouTube de Geisy Arruda

Apesar de pouco tempo de lançado, o canal do YouTube de Geisy Arruda já está fazendo sucesso pela web.

Os temas abordados por ela nas suas entrevistas é um conteúdo mais picante. Por lá, ela conta algumas experiências, responde dúvidas dos seus fãs e ainda faz entrevistas para lá de polêmicas e sensuais.

Geisy Arruda lembra de bullying

Geisy Arruda esteve no Aqui na Band na última quarta (23) e relembrou o caso que a tornou famosa há 10 anos, quando foi hostilizada por conta de um vestido rosa choque curto na faculdade que estudava.

Se passaram 10 anos, ainda me machuco assistindo as imagens. O bullying deixa marcas pra sempre. Sou uma mulher forte. Fiz de um limão uma limonada", conta ela, dizendo que ainda guarda o vestido.

Questionada por Silvia Poppovic como se sentiu, respondeu: "É uma mistura de fragilidade com medo, terror, culpa. A culpa é muito forte. Por que não fui de calça? Por que estava com batom tão escuro?".

Geisy explicou que se vestia na quinta e sexta-feira para ir à balada depois da faculdade e se culpou por muito tempo. "O que eu poderia ter mudado? Até descobrir que não fiz nada de errado. Deveriam me respeitar até se eu estivesse nua. Não se julga um ser humano pelo vestimento", disparou.

A loira processou a faculdade, mas não chegou a terminar o curso. "Me sustento com a fama que me deram há 10 anos", disse ela, que está solteira.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!