Reportar
erro
Pegou mal

Marcas se movimentam após post polêmico de Júlio Cocielo no fim de semana


juliococielo_179f48e59b47d0a457f0aeb3ba2c7f333a9e5204.jpeg
Reprodução
Por Fabrício Falcheti

Publicado em 02/07/2018 às 15:23:03

Um post publicado pelo youtuber Júlio Cocielo rendeu grande polêmica durante todo o fim de semana nas redes sociais, ocasionando em perdas para o jovem de 25 anos - no número de seguidores e financeiros.

No sábado (30), durante o jogo França x Argentina, pelas oitavas-de-final da Copa do Mundo, Cocielo disse que o jogador "Mbappé conseguiria fazer uns arrastão top na praia hein".

Muita gente classificou o post como racista, enquanto outros entenderam que ele referiu-se à velocidade do atacante, como o youtuber acabou explicando que foi a sua intenção.

Marcas se movimentam após post polêmico de Júlio Cocielo no fim de semana

No fim da tarde, após imensa repercussão, inclusive resgatando posts antigos, Júlio apagou toda sua timeline no Twitter e publicou um comunicado, pedindo desculpas. “Cara, como eu falava merda. Na época esses comentários infelizes tinham uma interpretação totalmente diferente de hoje, um momento delicado. Não existe justificativa, isso fez eu me sentir muito mal só de imaginar ter sido uma pessoa escrota. Nunca mais se repetirá! Peço desculpas publicamente por ter ofendido inúmeras pessoas”, escreveu.

Júlio Cocielo, que possui 16 milhões de seguidores em seu canal "Canalha" no YouTube, já estrelou diversas campanhas publicitárias, cujas marcas foram cobradas por internautas.

Em post publicado na noite deste domingo (1), o site Submarino informou que “repudia veementemente qualquer manifestação racista e que tomará as providências necessárias”. O Itaú substituiu no sábado um vídeo para a Copa em que Cocielo aparecia, e disse em comunicado que "repudia toda e qualquer forma de discriminação e preconceito. Esperamos que o respeito à diversidade sempre prevaleça".

Já a Coca-Cola, que contou com o youtuber durante as Olimpíadas, disse em nota enviada ao jornal Meio & Mensagem que não possui mais nenhuma ligação com o youtuber e que não tem planos para qualquer futura parceria. “O respeito à diversidade é um dos principais valores da nossa companhia, em nossas campanhas celebramos as diferenças e promovemos a união. Manifestações preconceituosas não são toleradas. Repudiamos qualquer forma de racismo, machismo, misoginia ou homofobia”, bradou.

De acordo com levantamento recente do Google, Júlio Cocielo aparece entre as 10 personalidades de vídeo que mais influenciam os jovens.

Mais Notícias
Outros Famosos