Famosos

Charlie Sheen assume que tem HIV na TV: "me liberto dessa prisão hoje"

Diagnóstico foi dado há quatro anos


charliesheen-today-17112015.jpg
Charlie atuou na série "Dois Homens e Meio" - Reprodução
Um dos atores de maior sucesso da TV americana, Charlie Sheen assumiu publicamente no programa "Today", da rede NBC, que tem HIV positivo em uma entrevista na manhã desta terça-feira (17), conforme já era esperado.
 
Charlie foi muito claro ao falar da sua condição de soropositivo e diz que assumir isso publicamente é se libertar de uma prisão: "Eu estou aqui e digo que sou HIV positivo. Me liberto dessa prisão hoje". O ator disse que teve o diagnóstico há quatro anos e que sempre foi honesto em relação a sua condição para parceiras de sexo e namoradas: "Sempre usei camisinha e fui honesto sobre a minha condição".
 
 
No entanto, Sheen revelou que uma prostituta chegou a ver o seu coquetel contra o vírus da AIDS, fotografou e decidiu usar a chantagem para conseguir dinheiro. Charlie pagou naquela ocasião e também de outras pessoas, tudo para que não fosse exposto: "Esse dinheiro foram tomado dos meus filhos, infelizmente". Ele disse que não revelou antes porque teve progresso no controle da doença: "As coisas melhoraram para mim, minha saúde está bem controlada no momento, fora que é bom se libertar desse estigma do HIV positivo". 
 
Sheen tem uma carreira extensa na TV. Ele começou a atuar em 1977, aos 12 anos de idade, aparecendo em um pequeno papel ao lado de seu pai no filme para televisão "The Execution of Private Slovik". Sua carreira começou em "Red Dawn" (1984), e depois de fazer alguns filmes para a televisão, atuou em "Curtindo a Vida Adoidado" (1986) - apesar de pequena, sua participação se tornou uma das cenas clássicas do filme e é lembrada até hoje. Nos anos 90, teve sua carreira totalmente prejudicada por conta de seus vícios em álcool e drogas. 
 
 
Em 2000, foi resgatado pela televisão. Ao assumir o posto do ator Michael J. Fox na série "Spin City", depois que ganhou o Prêmios Globo de Ouro de melhor ator de série cômica em 2002, a CBS decidiu dar-lhe um seriado próprio. Em "Two and a Half Men", o ator interpretou uma paródia de si mesmo: Charlie Harper, um solteirão mulherengo, beberrão e mau-caráter que é obrigado a abrigar o irmão e o sobrinho em casa. 
 
O papel lhe lançou novamente ao estrelato e lhe rendeu diversos prêmios e indicações. Em 2011, no entanto, Charlie insultou produtores do programa em entrevistas e foi demitido pela Warner, sendo substituído por Ashton Kutcher no seriado. 
 
Desde então,tem feito apenas algumas participações e seriados de não muito sucesso, como "Tratamento de Choque", feito para o FX, e "Todo Mundo em Pânico 5". 
 
Mais Notícias
Outros Famosos