Reportar erro
Colunas

Gustavo Villani narrará a final da Copa do Mundo pelo Fox Sports

Papo de Bola

5f069b34576112b92c7660b8f34e5735.jpg
Divulgação
Redação NT

Publicado em 10/07/2014 às 21:36:35

Com o Brasil decidindo o terceiro lugar da Copa do Mundo contra a Holanda neste sábado (12), muitas pessoas se perguntam quem fará tanto este jogo quanto a final Argentina x Alemanha no domingo (13).

Sabemos, por exemplo, que Luiz Carlos Jr. é o locutor confirmado há muitos meses pelo SporTV na decisão fossem quais fossem os finalistas e que Téo José fará a finalíssima na Band, assim ouvi do Neto em "Os Donos da Bola".

A Globo teria Galvão Bueno somente no jogo do título, mas no decorrer da tarde desta quinta (10) mudou de ideia e tirou Luís Roberto de Brasil x Holanda para colocar seu titular de esportes também no terceiro lugar.

O Fox Sports adotou o caminho de manter o titular da Seleção Brasileira junto dela até o fim e diferenciar os locutores das duas últimas partidas deste Mundial. João Guilherme fará Brasil x Holanda em Brasília. A voz de Alemanha x Argentina no Rio de Janeiro será a de Gustavo Villani (foto/abaixo), o "Guga Gol", que chegou ao canal no início do ano passado, egresso da ESPN Brasil.

Narrar uma decisão de Copa é um privilégio para poucos e um prêmio que merece ser guardado com muito carinho, que dá um status diferente à carreira de quem a transmite. Gustavo já é um profissional de carreira com boa rodagem, estreado em 1999 no saudoso diário A Gazeta Esportiva.

Mas não é narrador a vida inteira. Seus primeiros anos no rádio de São Paulo foram como repórter, começando em 2002 na Transamérica, com a equipe de Éder Luiz. Depois, passou dois anos na Rádio Globo. Mudou para a Rádio Record em 2005, ano de um grande "sacode" no mercado radiofônico paulista, com mudanças em diversas emissoras justamente a partir da reformulação causada pela Record AM 1000. Foi neste grupo que passou a aparecer na telinha, reportando vários jogos do Campeonato Brasileiro de 2006, o último transmitido pela TV Record antes do fim da parceria para sublicenciamento das competições de futebol da Rede Globo.

Entre 2007 e 2008, Guga fez uma pós-graduação em Madrid e participava especialmente de alguns trabalhos para veículos nossos a partir lá da Espanha. Seu regresso à latinha foi no comecinho de 2009, pela Rádio Globo.

A partir da Copa São Paulo de Juniores, graças à equipe de Oscar Ulisses e Osmar Santos, saiu o Gustavo Villani repórter e chegou o "Guga Gol". Início difícil, críticas, restrições. Mas ele persistiu, evoluiu e venceu. Se mudou para a ESPN em 2011, fazendo rádio e, a partir daí, também narração de televisão. Trajetória que resulta na locução da final da Copa do Mundo aqui no Brasil.

Não nego que fiquei bem contente ao saber disso. Dá-lhe, Guga!

A imagem do dia

Mais Gustavo Villani, nesta imagem presente no Beira-Rio, em Porto Alegre, quando fez Alemanha x Argélia.

Ranking da Copa do Mundo na TV: atualização pós-semis

A enorme diferença de bolas na rede de uma semifinal para a outra, com oito no vareio da Alemanha sobre o Brasil e nenhuma em Argentina x Holanda, não apenas fez os locutores do Mineirão subirem demais no levantamento que venho publicando nestes últimos dias, como também digo, afirmo e reafirmo: pode cantar "We Are The Champions" para Paulo Bonfá, Freddie Mercury. Ninguém terá narrado mais gols no Mundial de 2014 pela televisão do que ele.

Com isso, vamos ao penúltimo balanço, já corrigido o engano sobre os dados de Everaldo Marques e Rogério Vaughan, ambos da ESPN Brasil, conforme esclareci no artigo de terça-feira (08).

64 gols em 20 jogos (3,20 de média) - Paulo Bonfá (Fox Sports 2)
50 gols em 16 jogos (3,12 de média) - Nivaldo Prieto (Bandeirantes)
43 gols em 12 jogos (3,58 de média) - Héverton Guimarães (BandSports)
43 gols em 17 jogos (2,52 de média) - Paulinho Arapuan (Fox Sports 2)
41 gols em 15 jogos (2,73 de média) - José Luiz Datena (Bandeirantes / BandSports)
39 gols em 13 jogos (3,00 de média) - Téo José (Bandeirantes)
38 gols em 13 jogos (2,92 de média) - Ivan Zimmermann (BandSports)
38 gols em 15 jogos (2,53 de média) - Luís Roberto (Globo)
38 gols em 16 jogos (2,37 de média) - Cléber Machado (Globo)
38 gols em 17 jogos (2,23 de média) - Cadu Cortez (Fox Sports 2)
37 gols em 12 jogos (3,08 de média) - João Guilherme (Fox Sports)
36 gols em 12 jogos (3,00 de média) - Luiz Carlos Jr. (SporTV)
35 gols em 12 jogos (2,91 de média) - Paulo Andrade (ESPN Brasil)
32 gols em 9 jogos (3,55 de média) - Cledi Oliveira (ESPN Brasil)
30 gols em 11 jogos (2,72 de média) - Ulisses Costa (Bandeirantes)
29 gols em 11 jogos (2,63 de média) - Hamilton Rodrigues (Fox Sports)
29 gols em 12 jogos (2,41 de média) - Everaldo Marques (ESPN Brasil)
29 gols em 14 jogos (2,07 de média) - Oliveira Andrade (Bandeirantes / BandSports)
28 gols em 8 jogos (3,50 de média) - Galvão Bueno (Globo)
28 gols em 10 jogos (2,80 de média) - Éder Reis (Fox Sports)
28 gols em 12 jogos (2,33 de média) - Ivan Bruno (BandSports)
27 gols em 9 jogos (3,00 de média) - Marco de Vargas (Fox Sports)
26 gols em 9 jogos (2,88 de média) - Paulo Soares (ESPN Brasil)
26 gols em 11 jogos (2,36 de média) - Gustavo Villani (Fox Sports)
26 gols em 12 jogos (2,16 de média) - Milton Leite (SporTV)
24 gols em 7 jogos (3,42 de média) - Alex Escobar (Globo)
23 gols em 7 jogos (3,28 de média) - Eduardo Moreno (SporTV)
23 gols em 10 jogos (2,30 de média) - Rogério Corrêa (Globo)
23 gols em 12 jogos (1,91 de média) - Carlos Fernando (BandSports)
21 gols em 7 jogos (3,00 de média) - Jader Rocha (SporTV)
19 gols em 8 jogos (2,37 de média) - Jota Júnior (SporTV)
19 gols em 9 jogos (2,11 de média) - Rogério Vaughan (ESPN Brasil)
17 gols em 6 jogos (2,83 de média) - Júlio Oliveira (SporTV)
17 gols em 7 jogos (2,42 de média) - Luiz Carlos Largo (ESPN Brasil)
16 gols em 5 jogos (3,20 de média) - Silva Jr. (Fox Sports)
16 gols em 6 jogos (2,66 de média) - Rembrandt Jr. (Globo)
15 gols em 5 jogos (3,00 de média) - Linhares Jr. (SporTV)
13 gols em 5 jogos (2,60 de média) - Alex Muller (BandSports)
8 gols em 3 jogos (2,66 de média) - Eduardo Monsanto (ESPN Brasil)
7 gols em 6 jogos (1,16 de média) - Odinei Ribeiro (SporTV)
4 gols em 4 jogos (1 de média) - Rodrigo Cascino (Fox Sports)
3 gols em 1 jogo (3 de média) - Roby Porto (SporTV)
1 gol em 1 jogo (1 de média) - João Palomino (ESPN Brasil)

Jogos por narrador em cada emissora

Globo - Cléber Machado, 16; Luís Roberto, 15; Rogério Corrêa, 10; Galvão Bueno, 8; Alex Escobar, 7; e Rembrandt Jr., 6

Bandeirantes - Nivaldo Prieto, 16; Oliveira Andrade e Téo José, 13; Ulisses Costa, 11; e José Luiz Datena, 9

SporTV - Luiz Carlos Jr. e Milton Leite, 12; Jota Júnior, 8; Eduardo Moreno e Jader Rocha, 7; Júlio Oliveira e Odinei Ribeiro, 6; Linhares Jr., 5; e Roby Porto, 1

ESPN Brasil - Everaldo Marques e Paulo Andrade, 12; Cledi Oliveira, Paulo Soares e Rogério Vaughan, 9; Luiz Carlos Largo, 7; Eduardo Monsanto, 3; e João Palomino, 1

BandSports - Ivan Zimmermann, 13; Carlos Fernando, Héverton Guimarães e Ivan Bruno, 12; José Luiz Datena, 6; Alex Muller, 5; e Oliveira Andrade, 1

Fox Sports - João Guilherme, 12; Gustavo Villani e Hamilton Rodrigues, 11; Éder Reis, 10; Marco de Vargas, 9; Silva Jr., 5; e Rodrigo Cascino, 4

Fox Sports 2 - Paulo Bonfá, 20; e Cadu Cortez e Paulinho Arapuan, 17

Todos os narradores das semifinais

Brasil 1 x 7 Alemanha (8 de julho, 17h, Belo Horizonte) - Globo com Galvão Bueno, Band com Téo José, SporTV com Luiz Carlos Jr., ESPN Brasil com Paulo Andrade, BandSports com José Luiz Datena, Fox Sports com João Guilherme e Fox Sports 2 com Paulo Bonfá.

Argentina 0 x 0 Holanda + 4 x 2 nos pênaltis (9 de julho, 17h, São Paulo) - Globo com Cléber Machado, Band com Nivaldo Prieto, SporTV com Milton Leite, ESPN Brasil com Everaldo Marques, BandSports com Oliveira Andrade, Fox Sports com Gustavo Villani e Fox Sports 2 com Paulinho Arapuan.


Edu César é titular do site www.papodebola.com.br e está de volta ao NaTelinha para falar sobre a cobertura da Copa do Mundo pelas TVs.

Mais Notícias