Reportar erro
Tudo pela fama

BBB20: Brothers podem sair queimados do reality, avalia especialista de imagem

Higor Gonçalves é jornalista especializado em personal branding

Bianca Andrade - Boca Rosa
Divulgação
Redação NT

Publicado em 01/03/2020 às 08:15:34

Na tarde da última quinta-feira (27), durante participação no Se Joga, a influenciadora digital e empresária Bianca Andrade, conhecida como Boca Rosa, garantiu que a sua participação no BBB20 foi ótima para os seus negócios, mesmo tendo sido eliminada do programa com 53,09% dos 132 milhões de votos.

Aos apresentadores Érico Brás e Fabiana Karla, Boca Rosa confirmou que fez uma "estratégia (comercial) gigantesca" para a sua marca de cosméticos, antes de entrar para a casa mais vigiada do país. Logo após o Se Joga , nas mídias sociais, a agora ex-BBB revelou que a marca que leva o seu nome vendeu três vezes mais enquanto esteve confinada. "Entrei com uma ideia de fazer a minha marca ser ainda mais vendida. A Globo é uma vitrine absurda", confessou Boca Rosa, que não foi a única a ir para o BBB20 com uma estratégia de relações públicas arquitetada.

 "A Globo precisa renovar e ampliar a audiência do programa. O maior desafio do Big Brother Brasil era inovar a fórmula após 18 anos no ar. Conseguiu nesta edição juntando, pela primeira vez, um grupo de famosos e anônimos. Os desconhecidos, como sempre, foram em busca de fama e fortuna. Ao passo que as personalidades famosas, de modo geral, entraram com os objetivos de promover os seus projetos, ampliar a própria fama junto a públicos maiores e, por tabela, conquistar ainda mais fortuna. Mas, nem todos estão sabendo gerenciar a própria imagem e capitalizar a participação no programa de forma eficiente. Alguns, inclusive, poderão até sair 'queimados' da experiência", explica Higor Gonçalves, jornalista especializado em personal branding (gestão estratégica de marca pessoal).   

À pedido do NaTelinha, Higor avaliou a imagem que cada famoso que continua na casa vem propagando dentro reality show. Confira:

BBB20: Brothers podem sair queimados do reality, avalia especialista de imagem

Manu Gavassi

Assim como Bianca Andrade, a atriz e cantora entrou para o BBB20 com uma prévia estratégia de relações públicas. No entanto, ao contrário de Boca Rosa, corajosa e mais humanizada ao mostrar ao grande público as suas virtudes e os seus defeitos, Manu é comedida: estuda cada passo que dá, buscando evitar confusões e não arranhar a própria imagem de "fada sensata". Também é um pouco blasé. Outra grande diferença em relação à Bianca Andrade, cujo foco era essencialmente comercial (vender produtos), é que Manu resolveu apostar numa campanha de storytelling para promover o lançamento de seu novo trabalho, o videoclipe "áudio de desculpas". Personalidade mais famosa da casa, Gavassi passou a fazer posts narrando uma história que vem sendo contada em tempo real, dentro e fora da casa, conforme as semanas em que ela permanece no programa.  Uma grande lição de estratégia transmídia. Resultado: está com a agenda de show lotada para quando sair do confinamento.

Pyong Lee

Tem uma presença ambígua: por um lado, é inteligente, simpático e engraçado. Por outro, é debochado, soberbo e manipulador. O público brasileiro valoriza a humildade e costuma punir a arrogância, conceito que o mágico e hipnólogo, inconscientemente, vem transmitindo por achar que já domina o jogo. Com a sua postura arrogante, está arruinando a própria popularidade. Os seus maiores "calcanhares de Aquiles" são a falta de empatia com os colegas de confinamento e a sua completa fixação pelo jogo. Tem grandes chances de se tornar o vilão do BBB20 e sair com a imagem chamuscada, o que poderá prejudica-lo junto a projetos publicitários. No entanto, é inteligente e sabe transformar narrativas desfavoráveis. A conferir.   

Mari Gonzalez

A ex-panicat e atual influenciadora digital fitness chegou como uma forte candidata, mas vem tendo uma presença insossa, neutra, procurando não se envolver em polêmicas, coisa que o público adora. Também vem mantendo posturas ambíguas na disputa entre os grupos da casa, o que irrita o público do BBB. Prejudicou a própria imagem ao fazer comentários sobre zoofilia (sexo com animais), a ponto de a polícia ameaçar intimá-la. Vai precisar trabalhar mais para se promover.  

Babu Santana

Tem sobrevivido ao BBB. É ranzinza por um lado, mas humilde e divertido por outro. Vem demostrando consciência social ao falar sobre a realidade brasileira e a sua própria vida pessoal, mas na medida certa, sem apelar. Babu demostra um grande respeito e amor pela família, que está fora da casa, coisa que o público valoriza bastante. Não dá moleza para os colegas mais folgados, detalhe que a maioria das pessoas também adora. O ator está bem até o momento, mas poderia aproveitar melhor a participação no programa para promover a sua carreira, como Manu Gavassi vem fazendo. #FicaAdica

Rafaella Kalimann

Evita confusões, mas também não foge da raia. Tem uma grande inteligência emocional e consegue transmitir sensatez sem parecer arrogante. Assim como os demais, um dos objetivos da modelo, atriz e influenciadora digital é alcançar novos públicos e ampliar a base de seguidores. Tem conseguido, visto que as pessoas têm ido às suas mídias sociais para saber quem é Rafa Kalimann e se deparam com posts sobre a sua vida e a sua carreira. Tem boas chances de se tornar a próxima Grazi Massafera.

Gabi Martins

Chegou dizendo que o seu maior sonho era ser BBB, que daria a vida pelo programa e que abraçaria a oportunidade. No entanto, a cantora e compositora sertaneja vem se anulando dentro da casa. Foge das discussões mais acaloradas e dos papos mais banais. É medrosa. Vive chorando pelos cantos, com cara de "sofrência", em dúvida sobre os reais sentimentos de Guilherme Napolitano. Tem irritado o público e já anda sendo considerada como uma das participantes mais chatas da história do programa. Assim como Mari Gonzalez, vai precisar se esforçar mais para se desfazer da imagem de planta.  


Higor Gonçalves é jornalista e pós-graduado em Comunicação Mercadológica e Marketing do Consumo, Higor Gonçalves é especialista em Assessoria de Comunicação e possui MBA em Gestão Estratégica de Marketing. Atua há mais de dez anos como public relations e estrategista em personal branding . Ministra palestras, workshops, cursos, e também presta consultoria em marketing e assessoria de comunicação para empresas e organizações sociais. Ainda colabora com artigos para veículos de comunicação especializados como Revista Locaweb, Propmark e Meio & Mensagem. Foi finalista na categoria conteúdo do Prêmio Abradi 2019e Destaque do Mercado Digital (Top 3 entre os ganhadores) do Prêmio Digitalks 2019, na categoria "Content Marketing".

Mais Notícias