Reportar erro
Mais polêmica

BBB20: Justiça abre inquérito contra Pyong por assédio sexual

Flayslane e Marcela são as supostas vítimas

Pyong Lee
Pyong Lee está sendo investigado - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 11/02/2020 às 16:45:00

O hipnólogo Pyong Lee pode enfrentar problemas judiciais ao sair da casa do BBB20. A delegada Catarina Noble, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM – Jacarepaguá) instaurou um novo inquérito para investigar um suposto assédio cometido pelo brother no último sábado (8).

Durante a festa Guerra e Paz, Pyong bebeu muito e passou a tentar beijar Marcela, sendo repreendido diversas vezes. Ele também colocou sua mão no bumbum de Flayslane e a cantora saiu de perto, demonstrando incômodo com a postura do participante.

“Nós tomamos conhecimento por meio das redes sociais e da TV de que o Pyong teria tido atitudes durante a última festa que aconteceu dentro do reality que podem ser consideradas como assédio sexual. Não estou afirmando que isso aconteceu, mas vamos apurar tudo. Esse tipo de comportamento de alisar as moças sem o consentimento delas deve ser combatido dentro e fora do programa”, disse a delegada ao jornal Extra.

A autoridade explicou ainda que todos os participantes envolvidos no episódio serão chamados para irem até a delegacia, quando deixarem o jogo, e terão que dar seus depoimentos sobre o acontecimento.

“Nós entendemos que essa espera para ouvir tanto o Pyong como as moças envolvidas não afetará a investigação. Imagino que no prazo de três meses, que é o tempo de terminar o programa, todos sejam ouvidos e a investigação seja concluída”, explicou a policial.

Assédio no BBB20

O ginasta Petrix Barbosa, segundo eliminado do programa, prestou depoimento no último sábado (7) após ser acusado de assédio sexual contra Bianca Andrade e Flayslane.

Durante a primeira balada do reality show, Petrix foi acusado de assédio ao balançar os seios de Bianca Andrade, a Boca Rosa, que estava bêbada. Apesar da repercussão nas redes sociais, pedindo pela expulsão dele, a direção do programa o manteve no jogo.

A segunda acusação aconteceu após a primeira eliminação, quando Petrix se esfregou na cabeça de Flayslane, que estava sentada no chão da sala. Na web, mais uma vez, foi pedido pela expulsão do ginasta, o que não ocorreu. Na oportunidade ele foi apenas advertido.

Mais Notícias