Reportar erro
Artista

Odiado no BBB7, Alberto Cowboy reaparece e anuncia dupla sertaneja

Rival de Diego Alemão, mineiro foi eliminado com 85% de rejeição

Alberto Cowboy, vilão do BBB7
"O programa me proporcionou entrar para a música, e isso mudou muito minha vida", disse Cowboy - Montagem/NaTelinha
Redação NT

Publicado em 11/01/2020 às 16:45:00

Após 13 anos, Alberto Cowboy ainda é lembrado como um dos participantes mais odiados da história do Big Brother Brasil. Vilão do BBB7, quando rivalizou com o queridinho do público Diego Alemão, Alberto foi eliminado da competição com 85% em um paredão recordista para a época, com mais de 50 milhões de votos.

Apesar da rejeição do público, Alberto afirma ter usado a experiência a seu favor. Em entrevista ao portal Gshow, ele falou sobre o impacto do confinamento em sua vida.

"Muda a rotina imediatamente depois do programa, pois a gente passa a viver de eventos. Mas a longo prazo, hoje, depois de quase 13 anos, consigo ter uma visão diferente de tudo o que aconteceu", disse.

"O programa me proporcionou entrar para a música e isso mudou muito minha vida. Descobri que eu poderia fazer shows, levar alegria para as pessoas por meio dela e isso foi e continua sendo maravilhoso. Esse foi o grande presente que o programa me trouxe", analisou Alberto.

A carreira como cantor, iniciada após o BBB e potencializada pela fama alcançada, foi interrompida em 2017. Antes, Cowboy não chegou a fazer grande sucesso, mas conseguia se manter com shows regionais pelo Brasil.

Para 2020, ele prepara uma novidade: a parceria com um outro artista, formando uma dupla sertaneja. "Estou preparando material para trabalhar", disse ele, ansioso para seu retorno aos palcos.

Sobre sua participação no BBB, em 2007, Alberto afirmou que agiria de forma diferente em algumas situações. "Não sei se eu conseguiria ser muito diferente do que fui, pois fui muito verdadeiro e autêntico", avaliou.

Durante o confinamento, ele se envolveu amorosamente com Bruna Tavares, que ficou em terceiro lugar no jogo. Após o programa, ela se tornou evangélica e missionária. Ainda em entrevista ao Gshow, Cowboy contou que manteve uma amizade com a ex, mas eles não se vêem há anos.

Mais Notícias