Reportar erro
Amor de mãe

Antes de morrer, Whitney Houston salvou filha de afogamento em banheira

Cantora salvou Bobbi Kristina, mas jovem acabou morrendo três anos depois de forma parecida

Whitney Houston e Bobbi Kristina
Whitney Houston ao lado da sua filha - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 05/02/2021 às 17:23:00,
atualizado em 05/02/2021 às 17:42:08

Whitney Houston teria salvado sua filha, Bobbi Kristina, de se afogar na banheira, antes dela própria ser encontrada morta durante um banho em 2012. Segundo o site Perez Hilton, a revelação foi feita nesta sexta-feira (5) em uma prévia de um documentário da Lifetime.

“Whitney disse que Deus disse a ela para ir e verificar Krissy [apelido carinhoso de Bobbi]. Sua mãe era literalmente sua salvadora. Se minha madrinha não tivesse entrado no banheiro no segundo em que entrou, Krissi teria morrido", relembrou Brandi Burnside Boyd, afilhada da cantora.

O detalhe será apresentado no filme intitulado Whitney Houston & Bobbi Kristina: Didn’t We Almost Have It All (em tradução livre, Whitney Houston & Bobbi Kristina: Nós Quase Não Tínhamos Tudo. A produção estará disponível ao público a partir de sábado (6).

A atração terá duas horas de arte, que teve a participação exclusiva de amigos e familiares da cantora, abordando as batalhas e relacionamento de mãe e filha. O documentário ainda embarcará nos detalhes que teriam levado à morte prematura de Houston.

Morte de Whitney Houston

No dia 9 de fevereiro de 2012, a artista fez sua última apresentação pública, juntamente com Kelly Price, numa casa noturna em Hollywood. Dois dias depois, seu corpo foi achado no hotel Beverly Hilston. Além do acidente, os policiais encontraram indícios de doença cardíaca e vestígios de cocaína que poderiam ter contribuído para o óbito.

A autópsia ainda encontrou o septo nasal da cantora estava perfurado e que ela tinha ingerido muitos barbitúricos e xarope para tosse nos últimos três dias, tendo impactado diretamente no falecimento dela.

Já Bobbi faleceu no final de janeiro de 2015. Ela foi encontrada como sua mãe, afogada em uma banheira, em sua casa, em Atlanta. A jovem tinha apenas 22 anos, quando precisou ser levada inconsciente para um hospital, ficando em coma por seis meses. Contudo, no dia 26 de julho, acabou falecendo.

Mais Notícias