Recuou

Após revolta e estado de greve, RedeTV! volta atrás e suspende corte de horas extras

Direção da emissora enviou comunicado interno aos seus funcionários

Após revolta e estado de greve, RedeTV! volta atrás e suspende corte de horas extras
Sede da RedeTV! em Osasco - Foto: Divulgação

Publicado em 23/10/2019 às 15:04:00 ,
atualizado em 23/10/2019 às 16:11:16

Por: Naian Lucas

A RedeTV! voltou atrás sobre a decisão que proibia o pagamento de horas extras aos funcionários. A determinação de suspender a ordem ocorreu na tarde desta quarta-feira (23) após o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo anunciar estado de greve e informar que os profissionais iriam cruzar os braços a partir da próxima quinta (24), caso não ocorresse negociação.

O NaTelinha teve acesso ao comunicado interno em que o setor de Recursos Humanos da emissora informa que o corte de horas extras de todos os setores não ocorreria mais, pois a direção debateu o assunto e procurará alternativas para realizar a reestruturação financeira.

Todas as áreas sofreriam com a redução salarial, principalmente os jornalistas, já que as horas extras podem chegar a 40% dos seus salários dos vencimentos. Os profissionais protestaram no estacionamento da emissora na última segunda (21) e exigiram que houvesse uma solução em relação ao tema.

Nem o setor jurídico da casa teria dado o aval para a decisão. De acordo o Tribunal Superior do Trabalho, por intermédio da Súmula 291, o fim das horas extras pode ser questionado na Justiça quando o trabalhador está habituado a recebê-las, e devido ao impacto na renda familiar, deverá ter direito a indenização, conforme noticiou o NaTelinha.

Donos da RedeTV!, Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho contrataram o serviço de consultoria da empresa HR4 Human Resources para apontar caminhos na redução de despesas na folha do departamento pessoal.

De acordo com o estudo feito pelo executivo José Cabral, que vem liderando os trabalhos, estima-se que com o corte, a emissora conseguiria ter uma economia de 10% da folha.

Apesar da suspensão do corte de pagamento de hora extra, o clima na emissora é pesado e novas medidas deverão acontecer para que as despesas sejam diminuídas.

Confira o comunicado interno da RedeTV!

“Prezados colaboradores,

A REDETV!, após profunda reflexão, decidiu reavaliar a questão de supressão das horas extras, retirando sua determinação.

Esclarece, porém, que continuará buscando alternativas visando sua necessária reestruturação financeira, essencial para adequação às atuais condições de mercado”.


publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!