Reportar erro
Dinheiro

Sem Neymar, patrocínio da Copa América beira os R$ 50 milhões na Globo

Mesmo em crise, seleção obteve bons índices de audiência nos amistosos

Sem Neymar, patrocínio da Copa América beira os R$ 50 milhões na Globo
Daniel Alves e Richarlison comemoram gol em amistoso contra Honduras

Naian Lucas

Publicado em 10/06/2019 às 13:29:00

Nem a fase tumultuada na seleção brasileira e nem o corte de Neymar da Copa América representaram problemas para a Globo. A emissora lançou dois tipos de cotas para as empresas interessadas em patrocinar a competição, que começa na próxima sexta-feira (14). No total, esses pacotes beiram os R$ 50 milhões.

O Grupo Globo dividiu os valores das cotas em A e B. O primeiro formato oferecia a corporação 12 inserções, sendo um comercial de 30 segundos por jogo e entrada na mídia digital da empresa, pelo valor de R$ 6,9 milhões.

Já o plano B manteve o número de inserções, com um comercial de mesmo tempo que o pacote A. Contudo, mais oito comerciais de 30 segundos vão ocorrer na mídia de apoio, que consistem em dois intervalos em “Órfãos da Terra” e seis em “Verão 90” e “A Dona do Pedaço”, divididas de formas iguais. Esse esquema custa R$ 10,5 milhões.

A emissora disponibilizou sete cotas. Em relação à Copa do Mundo de Futebol Feminina não houve informação sobre o preço comercial das propagandas, porém, o canal abriu espaço para três espaços para patrocínios.

Copa América

Desde o início de 2019, a equipe de esportes da Globo definiu como irá funcionar a sua cobertura na principal competição de seleções da América do Sul.

O torneio começa no dia 14 de junho e a final ocorrerá em 07 de julho, no estádio do Maracanã. Os profissionais envolvidos têm como missão recriar o clima da Copa do Mundo de 2014, apesar do investimento ser menor.

Mais de 200 profissionais do setor vão participar do torneio, além de ganharem o apoio de pessoas de outras áreas. A equipe fará a cobertura para TV aberta, GloboEsporte.com e SporTV. A intenção do Grupo Globo é exibir todos os jogos da competição.

Copa do Mundo Feminino

A competição, criada em 1991 nunca ganhou a devida atenção da Globo. Contudo, neste ano, além de passar no SporTV, os jogos da seleção brasileira feminina vão passar na emissora aberta.

O campeonato conta com 24 seleções e terá duração de um mês. A estreia aconteceu dia 07 de junho e o término tem previsão para 07 de julho. O Brasil estreou no último domingo (09) contra a Jamaica, vencendo por 3x0.

A equipe feminina busca seu primeiro título, que bateu na trave em 2007, quando perdeu para a Alemanha na final.

O futebol feminino tem crescido e despertado atenção das emissoras da TV aberta. A Band, por exemplo, transmitirá os jogos da Série A e B do Campeonato Brasileiro da categoria.

Mais Notícias