Reportar erro
Retorno

Regina Casé abandonou ideia de programa para atuar em "Amor de Mãe"

Atriz será uma das estrelas da novela das 21h de Manuela Dias

Regina Casé em pose característica do Esquenta
Regina Casé vai ser protagonista de "Amor de Mãe" - Foto: Reprodução/Internet
Daniel César

Publicado em 09/05/2019 às 17:15:07

Nem estreou “A Dona do Pedaço”, de Walcyr Carrasco, mas notícias sobre “Amor de Mãe” já começaram a circular na imprensa. Regina Casé, que será a protagonista da novela das nove criada e desenvolvida por Manuela Dias, contou que precisou deixar de lado a carreira de apresentadora para se dedicar ao projeto.

“Quando me chamaram para fazer a novela, eu falei: 'Opa, então suspende essa ideia agora [nova atração na grade da Globo], e depois a gente retoma o novo programa'”, disse a atriz ao jornal O Globo.

Este será o retorno de Regina às telenovelas após 18 anos, quando fez parte do elenco fixo de “As Filhas da Mãe”. Na trama de Silvio de Abreu, viveu Rosalva Rocha Cavalcante, porém, o trabalho foi curto, pois a história não fisgou o público e teve baixa audiência na época. A obra também trazia Casé de volta aos folhetins depois de “Cambalacho” (1986), quando foi Albertina Pimenta, a famosa Tina Pepper.

Ela ainda chegou a fazer uma participação especial em “Ciranda de Pedra” (2008), de Alcides Nogueira, entretanto, de forma fixa, retornará agora em “Amor de Mãe”, que tem previsão de estreia para novembro de 2019. 

Volta do “Esquenta”

Regina Casé diz que voltou a ser atriz porque a nova geração a conhece apenas pelo “Esquenta”. Ela quer mostrar o seu outro lado, porém, caso a chamassem para comandar a atração novamente, aceitaria.

“Com certeza iria, é claro! Mas isso vai demorar... O Brasil de hoje está diferente, né?”, explicou ao jornal.

“Amor de Mãe é um projeto diferente”

Longe das novelas desde 2001, o retorno de Regina Casé pegou muita gente de surpresa. A atriz explicou que a ideia é diferente e ela precisava participar desse trabalho.

“Não será uma novela qualquer. A ideia é tentar trazer algo novo, e isso não aconteceria no ano que vem nem no outro. É uma ocasião única e muito especial”, declarou.

Mais Notícias