Cobertura Boechat

Craque Neto se declara para Datena: "Não tem outra pessoa que eu ame tanto"

Ao saber da morte de Ricardo Boechat, Neto estava no ar e entregou para Datena; declaração de amor chamou atenção

Neto e Datena com a tela divididade
Reprodução

Publicado em 12/02/2019 às 14:32:15

Por: Naian Lucas

Um acidente aéreo chamou atenção na última segunda-feira (11), em São Paulo. Neto apresentava o seu programa na Band, “Os Donos da Bola”, enquanto ninguém ainda sabia que Ricardo Boechat era uma das vítimas da queda do helicóptero. Ao receber a informação, o ex-jogador precisou entregar o espaço da programação para o “Brasil Urgente”, comandado por José Luiz Datena.

Visivelmente emocionado, o apresentador esportivo lamentou a informação que recebeu naquele momento. “Eu vou falar uma coisa para vocês, não vou falar isso agora, mas a gente precisa ter muita Nossa Senhora da Aparecida... a gente precisa ter o entendimento que nossa vida está por um fio. Não sei o que está acontecendo”, iniciou o Craque Neto.

O comunicador continuou falando, enquanto aguardava a entrada de Datena no ar. “Está difícil fazer programa, falar de esporte... É tanta gente que está perdendo a vida... Vou respirar fundo”, completou. “O Datena está com a gente aí... Coloca o Datena no ar, por favor”, acrescentou Neto.

Quando o jornalista entrou no ar e dividiu tela com o ídolo do Corinthians, Neto não resistiu. Abalado, disse de todo o seu amor pelo apresentador do “Brasil Urgente”. “José Luiz Datena, uma das pessoas... a pessoa que eu mais amo na minha vida. Não tem outra pessoa, sem ser da minha família, que eu amo tanto quanto o Datena. Ninguém. Não amo mais ninguém mais do que o Datena”, declarou-se.

“Se tem uma pessoa boa nesse mundo, que vocês não sabem, que as pessoas não sabem, é o José Luiz Datena. Ele não é só bom como pai... não é porque ele está na minha frente. Ele é bom como marido, como avô... o Datena é uma das melhores pessoas deste mundo. Ninguém é melhor que ele e ele tem uma notícia agora para dar que é dura e difícil, porque ele é a melhor pessoa do mundo”, finalizou.

O apresentador do Brasil Urgente, emocionado, comentou a fala do Neto antes de dar a notícia da morte de Ricardo Boechat. “E é recíproco, Neto”, limitou-se a dizer o jornalista.

Morre Ricardo Boechat

No início da tarde desta segunda-feira (11), um acidente de helicóptero vitimou Ricardo Boechat, um dos principais nomes do jornalismo brasileiro, e que desde 2005 apresentava o "Jornal da Band".

A queda da aeronave ocorreu na rodovia Anhanguera, na altura do km 7 do Rodoanel. Seu destino era o heliponto da Band, onde Boechat daria expediente em mais um dia de trabalho na TV.

Ele vinha de Campinas, onde deu uma palestra sobre ética para funcionários de uma indústria farmacêutica.

Trajetória

Ricardo Boechat foi um dos jornalistas mais respeitados do Brasil. Prestigiado, é o recordista de prêmios do Comunique-se e venceu três vezes o troféu Esso.

Boechat iniciou sua carreira na década de 70, escrevendo em jornais como O Globo, Jornal do Brasil, O Estado de São Paulo, entre outros.

Também fez parte do casting da Globo. A partir de 1996, foi comentarista diário no “Bom Dia Brasil”, além de ter trabalhado no “Jornal da Globo”. Sua saída aconteceu em 2001, de forma polêmica.

Ao longo da sua extensa carreira, passou pelo SBT e foi diretor de jornalismo da Band. Atualmente, era contratado para ser âncora da Band News FM e do “Jornal da Band”. Também escrevia para a revista IstoÉ.

Além de ganhar a credibilidade do mercado publicitário, Boechat tinha o carinho do público e respeito dos seus colegas de trabalho.

Conhecido pela personalidade forte, marcada por opiniões controversas, Ricardo nunca deixou o bom humor de lado e sua carreira será marcada pelo bom profissional que foi e pela facilidade em dialogar com as pessoas.

MINIESPECIAL

MINIESPECIAL][Tudo sobre Ricardo Boechat

publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!