Ator de "Supermax" ganha 6kg de massa para viver lutador evangélico na série "Rio Heroes"

Série estreia em fevereiro na Fox

Divulgação

Publicado em 22/01/2018 às 20:05:12

Por: Sandro Nascimento

Bruno Bellarmino, que ficou conhecido após interpretar o personagem Luisão em "Supermax", na Globo, estará de volta à TV na série "Rio Heroes", que estreia no dia 24 de fevereiro no canal Fox.

A produção contará a história do lutador brasileiro de jiu-jitsu Jorge Pereira, que será interpretado pelo ator Murilo Rosa.

"'Rio Heroes' mostra o ambiento de vale-tudo dos anos 90, quando as lutas eram realizadas em Osasco, São Paulo, e transmitidas ao vivo pela internet. Como aqui no Brasil não era permitido fazer apostas, eles conseguiram um canal para realizar apostas em sites internacionais, onde a lei permite e isso deu força ao evento. Como os lutadores eram na maioria de origem humilde, eles enxergavam ali a possibilidade de ascensão na carreira. E o meu personagem é o reflexo desse contexto”, explica Bruno Bellarmino, que viverá Jair Cabeçada, um rapaz evangélico que sonha em ascender na vida através da luta.

Parar viver um lutador, Bellarmino focou na dieta e treinos e, por consequência, ganhou seis quilos de massa magra em apenas um mês. “Eu treinei com o lutador Rogerio Garbin, preparador físico do projeto e que deu início ao 'Rio Heroes' junto com o Jorge Pereira. Foi incrível conhecer o jiu-jitsu com uma das lendas do esporte no Brasil. O público vai poder assistir uma série que traz contextos atuais de nossa sociedade. Os dramas pessoais serão mais presentes do que a própria luta. Afinal, a luta da vida é feita fora dos ringues, ne?”, comenta o ator.

A série teve cenas gravadas em São Paulo com produção da Mixer. No elenco estão ainda Priscila Fantin, Luisa Michelleti e Duda Nagle.



publicidade

TAGS:

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade