Globo

"Cordel Encantado" é a próxima novela do "Vale a Pena Ver de Novo"





Divulgação

Publicado em 04/12/2018 às 20:12:59 ,
atualizado em 04/12/2018 às 20:29:19

Por: Diogo Cavalcante

A novela “Cordel Encantado” será o próximo cartaz do “Vale a Pena Ver de Novo”. Exibida com grande sucesso em 2011 na faixa das 18h, a trama mesclava elementos do cangaço nordestino com os grandes reinos da Europa.

A história criada por Duca Rachid e Thelma Guedes teve Amora Mautner na direção geral, então no núcleo de Ricardo Waddington.

Procurada pelo NaTelinha, a Globo confirmou a informação. Por ora, a emissora estipula para janeiro a reestreia, sem cravar datas. Segundo o site O Canal, a trama foi para a ilha de edição nesta semana.

Substituindo “Belíssima”, de Silvio de Abreu, “Cordel Encantado” põe fim a um ciclo de três reprises consecutivas de novelas das 21h - fenômeno semelhante que só ocorreu nos anos 90.

A reportagem procurou a autora Thelma Guedes, que soube a informação na hora. “Não sabia! Notícia ótima! A novela 'Cordel Encantado' é o trabalho mais feliz e do qual mais me orgulho de ter feito na Globo!”, vibrou.

“Cordel” conta a história de amor dos sertanejos Açucena (Bianca Bin) e Jesuíno (Cauã Reymond); um amor, em tese, impossível. Ele é filho do cangaceiro Herculano (Domingos Montagner), que espera que ele assuma o “reinado” bandido.

Já a personagem de Bianca é filha de Rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia), dada como morta após a Rainha Cristina sofrer um atentado no Sertão Nordestino.   

O amor de Açucena e Jesuino ainda sofre com a perseguição de Timóteo (Bruno Gagliasso), um bon vivant amoral obcecado pela mocinha. 

A novela se passa na fictícia Brogodó, supostamente entre Sergipe e Alagoas. A cidadezinha conta com diversos tipos cômicos, como o prefeito Patácio (Marcos Caruso) e sua esposa Ternurinha (Zezé Polessa).



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!