Você vê primeiro aqui

"Segundo Sol": Nice não cai na chantagem de Agenor e decide pedir o divórcio





Nice e Agenor de Segundo Sol
Fotos: Divulgação/TV Globo

Publicado em 12/10/2018 às 00:01:01

Por: Fabrício Falcheti

Tudo indica que o final de Nice (Kelzy Ecard) será ao lado de Vicente (Jayme Periard), que não desistirá de se aproximar da cozinheira.

Nas últimas semanas de "Segundo Sol", Agenor (Roberto Bonfim) ainda tentará mais um golpe para tentar reatar seu casamento com a mãe de Maura (Nanda Costa) e Rosa (Letícia Colim), mas parece que ela não estará disposta a cair na chantagem emocional do marido.

A sequência está prevista para ir ao ar nos dias 1 e 2 de novembro.

Na casa de repouso, Agenor consegue um atestado falso de que realmente está com problemas sérios de saúde. Enquanto ele joga cartas com outros pacientes, uma enfermeira chega perto. “Agenor, consegui o que você queria”, diz. Ele pede licença e vai conversar com a funcionária mais distante. “Aqui, o atestado falso que afirma que você está mesmo doente do coração”, diz, entregando o documento para ele. “Mas é verdade, Cleidinha, meu coração fica fraquinho cada vez que chego perto de você, um dia ele arrebenta de tanto amor!”, diz o canalha.

Nesse momento, Nice chega e vê o assanhamento do pai de suas filhas. “Ô, Nice, você taí, minha filha? Pode ir descansar, enfermeira, que agora minha ex mulher vai cuidar de mim”, disfarça. “Acho que nem disso você precisa, parece curado, todo serelepe, sacudido!”, percebe a mulher. “Você quer me ver morto, né, Nice? Só vem aqui pra arengar comigo, pra me espezinhar, me largou aqui nessa casa de repouso como se eu fosse um bagaço de laranja, um caroço de manga, mas não sou lixo não, merecia mais consideração de sua parte, sou seu marido, Nice!”, tenta reverter a situação.

Mas Nice não cai mais na conversa do garçom. “Pois taí, tocou justamente no assunto que vim ter com você, eu não me considero mais sua mulher, nós estamos separados e eu quero o divórcio”, avisa. “Nunca”, afirma Agenor. “A gente não tem mais condição de ficar junto, Agenor, já faz tempo que não somos mais um casal”, lembra a cozinheira. “Eu nunca vou lhe dar o divórcio, aos olhos de Deus somos marido e mulher até que a morte nos separe”, avisa. “Você nunca foi religioso, não venha com essa pra cima de mim!”, rebate a mulher.

Agenor continua se negando a dar o divórcio. “Por que essa agonia agora de querer se divorciar de mim, Nice? É pra ficar se esfregando naquele sujeitinho que tava pagando sorvetinho procê?”, questiona. “E se for? Ele, ou outro, eu tenho direito de tentar ser feliz! Minha vida não tem mais nada a ver com a sua! E você também tem direito de correr atrás de quem quiser, dessa enfermeira aí, mesmo, a gente ainda pode ser feliz no amor, Agenor, pense bem!”, diz a mulher. “Eu nem tenho mais saúde pra isso, Nice... Não tenho mais saúde nem pra discutir com você, tome!”, diz, entregando o atestado falso para a mulher.

Nice continua não dando muita confiança para o marido. “Você não acredita que eu tou doente, trouxe até seu Nestor aqui pra comprovar, pois taí, eu pedi pro doutor escrever! Já que você gosta tanto de um papel, fique com esse atestado! Leia, Nice, veja como tou doente, e se quiser apressar a minha morte, continue pedindo o divórcio, assim se vê livre de mim com um atestado de óbito! Quero ver é ser feliz com uma morte nas costas...”, diz ele, que vai se afastando, fingindo estar nas últimas.

Em outra ocasião, Nice receberá a visita de Vicente no restaurante e reafirmará que irá se divorciar de Agenor. Quando o marceneiro chega, ela o trata muito bem. “ Imagina se me incomoda, Vicente, essa é uma hora boa pra gente conversar aqui, o movimento é pequeno, a cozinha tá tranquila! E mesmo que fosse o contrário, é sempre um prazer ver você”, diz.

Vicente, então, vai fazer um convite para a cozinheira. “Fico feliz de saber disso. Muito. Eu vim entregar uma mesinha aqui perto e passei aqui pra lhe ver... e fazer um convite! Você gosta de quermesse?”, pergunta. “Adoro!”, responde. “ Vai ter uma na minha igreja, será que seu marido vai criar problema se você for comigo?”, questiona. “Agenor não é mais meu marido. Quer dizer, é, mas só no papel, porque ele se recusa a me dar o divórcio. Eu vou ter que brigar por isso, andei assuntando e vou ter que arrumar advogado, vai ser um inferno”, prevê a mulher.



publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!