Reportar erro
Entrevista

Ódio nutrirá retorno triunfal de Roberval em "Segundo Sol", conta Fabricio Boliveira

robervalsegundosol(2)_94c25baa47c4afb49a9013630309297871926bc7.jpeg
Fotos: Divulgação/TV Globo
Sandro Nascimento

Publicado em 29/05/2018 às 06:30:40

O baiano Fabricio Boliveira vem sem destacando na nova novela das nove da Globo, "Segundo Sol", interpretando o dúbio Roberval.

Na trama, o destino do personagem sofreu uma mudança de rota radical, após descobrir ser filho do milionário Severo (Odilon Wagner), com quem mantinha um vínculo de patrão e empregado.

Segundo Fabricio Boliveira, a atitude de Roberval de abandonar a mansão onde morava e trabalhava, abrindo mão de uma polpuda herança, foi a maneira que ele encontrou de não reconhecer o seu verdadeiro pai.

"O dinheiro é reconhecimento paterno pra ele, era só mais uma ação de submissão que ele não queria mais. Estaria de acordo com os procedimentos de aceitação. Ele saiu com ódio e esse sentimento nutrirá seu retorno triunfal", esclarece o ator, em conversa com o NaTelinha.

Ódio nutrirá retorno triunfal de Roberval em \"Segundo Sol\", conta Fabricio Boliveira

Boliveira conta que achou uma "delícia" receber elogios do público, depois que as cenas da reviravolta na vida de Roberval foram exibidas, e acredita que os temas tratados na novela de João Emanuel Carneiro mexem com o telespectador.

"Uma delícia esse diálogo rápido com o espectador. Como eles recebem o que propusemos e o que mandam de novos olhares. Tô bastante feliz com a repercussão e tem mais novela pela frente. São temas que mexem muito com a gente, pela nossa construção de brasileiros. As diferenças sociais e raciais que trouxeram e trazem tantas dores que permanecem no hoje. Estávamos todos muito mexidos na hora de gravar essa cena da virada e lembro da equipe no estúdio, que são os nossos primeiros espectadores também, ficarem num silêncio sepulcral entendendo as entranhas dessa história e da nossa história social brasileira", diz o ator.

No final do capítulo desta segunda-feira (28) de "Segundo Sol", após a passagem de tempo de 18 anos, Roberval volta ao Brasil como um empresário de sucesso da África, e mostrando seu lado mais sombrio, buscará se vingar da família que ele acredita ter lhe feito mal.

Ódio nutrirá retorno triunfal de Roberval em \"Segundo Sol\", conta Fabricio Boliveira

Para Fabricio Boliveira, o ser humano caminha numa linha tênue entre bom ou mau, e explica: "porque as situações e nossas construções é que nos fazem múltiplos, podendo agir com toda a dubiedade, característica dos humanos. Não acredito num ser maniqueísta. São sempre muitas interpretações sobre o outro. É obsoleto definir entre bom e maul, porque a empatia com o outro , nos faz menos julgadores e mais observadores da nossa própria vida , podendo agir com mais precisão frente às situações".

O ator conta que quando recebeu o convite para "Segundo Sol", seu maior desafio para encarar Roberval foi ter a clareza nas suas informações. "Deixar que o personagem fluísse sem tanto controle, características das obras abertas, mas que pudesse pinçar pontos de reflexão e discussões importantes pro hoje", diz.

A trama de "Segundo Sol" gira em torno das novas oportunidades no destino das pessoas. Fabricio Boliveira revela que está o tempo todo revendo seu discurso e atitudes. "E que bom que o sol se abre de novo pra repensarmos em que lugar da história estamos. Penso isso pra todos os âmbitos sociais e pessoais. Sentir vergonha e reconhecer é um privilégio. É lindo dar a volta por cima de si próprio", conclui.

TAGS:
Mais Notícias