Globo aposta alto em "A Regra do Jogo", sua próxima novela das nove

Fotos: Divulgação

Publicado em 01/06/2015 às 15:17:04

Por: João Gabriel Batista

A baixa audiência de “Babilônia”, que está no ar desde março, vem preocupando diversos setores da Globo. Além dos impactos comerciais, das mudanças no texto e até mesmo do crescimento da  Record, concorrente que estava praticamente fora do jogo até alguns meses atrás, a emissora carioca passa a ter cuidados redobrados com a sucessora - intitulada de “A Regra do Jogo”, de João Emanuel Carneiro.

Restando três meses exatos para sua estreia, que foi agendada para 31 de agosto, o NaTelinha preparou um especial dos bastidores e de tudo o que se pode esperar para a próxima novela das nove. Confira!

Expectativas:

“A Regra do Jogo” não terá uma missão fácil. O folhetim já era cercado de expectativas antes mesmo de “Babilônia” estrear, afinal serão inevitáveis as comparações com “Avenida Brasil” - última novela de João Emanuel e que se consagrou como um grande sucesso, além de ter sido a trama mais exportada de toda a história da dramaturgia brasileira.

Elenco e Direção:

O elenco de “A Regra do Jogo” já está praticamente fechado.

Alexandre Nero (foto/acima), Tony Ramos, Vanessa Giácomo, Susana Vieira, Bárbara Paz, Giovanna Antonelli (foto/acima), Roberta Rodrigues, Juliano Cazarré, Fernanda Souza, Marco Pigossi, Marcello Novaes, Marcos Caruso, Johnny Massaro, Eduardo Moscovis, Giovanna Lancellotti, Bruna Linzmeyer, Jose de Abreu, Fábio Lago, Suzana Pires (foto/acima) e Thaíssa Carvalho são alguns dos escalados.

A direção de núcleo será de Amora Mautner. Essa, inclusive, será a primeira novela inteiramente construída a partir de seu núcleo. Até então, Amora era subordinada a Ricardo Waddington.

Suspense:

“A Regra do Jogo” é um projeto cercado de suspense. Várias pistas falsas já foram dadas ao longo dos últimos meses a ponto de não se saber o que é considerado certo e o que não é no novo folhetim das nove.

Uma das estratégias de João Emanuel, por exemplo, seria apostar em uma narrativa diferente na apresentação dos personagens: os 12 primeiros capítulos seriam focados em apenas seis personagens e apenas depois os outros seriam apresentados. Gilberto Braga e Ricardo Linhares recorreram a algo similar em “Insensato Coração” (2011).

Uma das poucas abordagens que se pode confirmar é a de uma comunidade como pano de fundo de toda a narrativa. É lá, por exemplo, que Adis Adeba, papel de Susana Vieira, irá morar. O que foi divulgado até agora sugere que Adis Adeba será uma líder comunitária com bastante poder e respeito devido à sua história e a tudo que conquistou.

Outra personagem que promete repercutir é Toia, que será vivida por Vanessa Giácomo. A atriz já deu algumas declarações sobre o papel. Ela antecipou que haverá uma grande quantidade de reviravoltas - o que não chega a surpreender devido ao histórico de João Emanuel Carneiro -, e ressaltou o clima de reta final logo no começo da narrativa.

Por fim, Giovanna Antonelli, que será uma vilã, também falou um pouco sobre seu papel mas também foi reticente. “Uma mulher livre, amoral, com humor e ambição”, classificou. Para Giovanna, o papel é ainda mais especial por marcar a retomada da parceria com João Emanuel Carneiro após mais de dez anos. Foi o autor quem lhe deu o primeiro papel de vilã - a Bárbara, de “Da Cor do Pecado” (2004).

Desafios:

“A Regra do Jogo” ainda tem três meses até a exibição de seu primeiro capítulo. São vários os desafios, tanto internos como externos. Veja:

1- Record e SBT


Ao mesmo tempo que, para a Globo, “Babilônia” não deixará saudades quando se encerrar, Record e SBT têm sentimento completamente oposto diante de “Os Dez Mandamentos”, “Chiquititas” e “Carrossel”.

Com “Os Dez Mandamentos”, a Record reergueu sua dramaturgia, que não via um produto de sucesso na área das novelas desde o fim de “Vidas em Jogo”, em 2012.

Ainda que a emissora não planeje esticar a produção, tal possibilidade ainda existe - o que prejudicaria a Globo. O prejuízo pode ser ainda maior caso a emissora avance o horário da trama, permitindo um embate direto com a novela das nove. Tal estratégia foi tomada em 2008: “Caminhos do Coração” chegou ao fim, mas a sua continuação, “Os Mutantes”, com história embalada, foi colocada na faixa das 21h para bater com a estreia de “A Favorita” - coincidentemente, também de João Emanuel Carneiro -. De início, a Globo foi bastante prejudicada, afinal a nova novela havia sido esvaziada. Mas com o tempo, a história da Record esfriou e “A Favorita” se consagrou como sucesso.

Já o SBT atravessa uma situação de maior insegurança, mas mais barata. A reprise de “Carrossel” tem altos índices de audiência e não seria tão difícil tirar o público adulto de um folhetim cuja história é recente. No entanto, caso “A Regra do Jogo” não consiga cumprir tal missão, todo seu desempenho será prejudicado. “Carrossel” tem 15 meses de duração e terá praticamente 10 pela frente quando “A Regra do Jogo” estrear - mais do que toda a duração prevista para a próxima novela das nove.

2- “Babilônia”

Ainda que “Babilônia” se encerre no dia 28 de agosto, os seus prejuízos tendem a afetar ao menos o começo de “A Regra do Jogo”.

É comum, e inclusive já aceito pelas emissoras, que novelas que sucedem grandes fiascos demorem mais tempo para emplacar. É necessário trazer o telespectador de volta ao horário e tal missão não é das mais fáceis.

Apesar de a Globo ter um grande poder, tanto de divulgação como de produção - e de fato recorrerá a ele para amenizar tais efeitos -, são baixas as chances de “A Regra do Jogo” começar e se manter com mais de 35 pontos, audiência considerada expressiva para os padrões atuais, ainda que para o contexto de hoje do canal, atingir 30 pontos já serem suficientes para um alívio.

3- Correria

O sonho da maioria dos autores, atores, diretores e da própria cúpula das emissoras seria que as novelas fossem ao ar apenas quando estivessem totalmente finalizadas.

Até o ano passado, a ideia era que “A Regra do Jogo” fosse produzida de forma mais próxima a este desejo. Esperava-se que as gravações começassem no primeiro trimestre do ano, o que acabou não sendo possível. Logo na escalação de elenco, o processo foi derrubado: Alexandre Nero, escolhido para o posto de protagonista, ainda gravaria “Império” até meados de março.

A baixa audiência de “Babilônia” fez com que a Globo tivesse que antecipar em praticamente dois meses a estreia de “A Regra do Jogo”. Amora Mautner, diretora de núcleo, assim como toda sua equipe - cenógrafos, figurinistas e outros técnicos -, correm contra o tempo para agilizar a produção.

As primeiras gravações começaram há poucos dias, mas é extremamente raro e preocupante que uma novela das nove comece a ser produzida apenas três meses antes de ir ao ar. “Babilônia”, por exemplo, estreou na segunda quinzena de março mas em novembro as gravações em Dubai e na França estavam acontecendo a pleno vapor.



COMENTÁRIOS