Feliciano critica beijo lésbico em "Babilônia" e protesta contra a Globo

Divulgação

Publicado em 17/03/2015 às 12:21:46

Por: Sem autor

O beijo entre as personagens de Fernanda Montenegro e Nathália Timberg no capítulo de estreia da novela "Babilônia", nesta segunda (16), já gerou reclamações de líderes religiosos.
 
O pastor e deputado federal Marco Feliciano, pouco depois da cena ir ao ar, postou em suas redes sociais mensagens criticando a Globo por apadrinhar o movimento homossexual: "A Globo já demonstrou seu apadrinhamento ao movimento gay. Virou moda. O público é adulto, eu ficaria preocupado e agiria nos rigores da lei caso fosse passado em horários onde crianças tivessem acesso e vissem".

Feliciano, além disso, tem postado vídeos pedindo para os seus fiéis protestarem - inclusive na última passeata de domingo (15) - contra o governo, que injeta dinheiro em mídias que manipulam: "Vamos protestar contra o que o governo está fazendo contra os nossos filhos, de injetar dinheiro em mídias que são concessões públicas e essas mídias usarem ideologias que ferem o conceito judaico-cristão da família".

 
Ele ainda citou trechos do último livro da Bíblia, o Apocalipse, para comentar a atração: "E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas".
 
 
Não é a primeira vez, e nem deverá ser a última, que Marco Feliciano pega no pé da Globo ou de outras emissoras. Na semana retrasada, inclusive, ele brigou com com Thammy Gretchen no "Programa Raul Gil", por conta da sexualidade da dançarina.
 
A estreia da novela atingiu 30 pontos na audiência, segundo o Ibope. Cada um ponto equivale a 67 mil domicílios na Grande São Paulo.
 
[galeria]


COMENTÁRIOS