Queda global

Não é só no Brasil: Operadoras americanas perdem mais de 1 milhão de assinantes em três meses

Streaming acoplado à TV por assinatura ajudou a estancar queda





Mão mexendo no controle remoto
Ilustração

Publicado em 15/11/2018 às 12:05:40

Por: Thiago Forato

Se no Brasil a época de vacas gordas não existe mais na TV por assinatura, nos Estados Unidos o viés também é de queda.

A televisão por assinatura norte-americana perdeu 1,2 milhão de assinantes no terceiro trimestre deste ano, caindo para 91 milhões de assinaturas, sendo 88,2 milhões de lares.

A queda foi entre operadoras de DTG, cabo e telco tradicionais, desconsiderando serviços digitais como o DirecTV Now.

O relatório da S&P Global Market Intelligeence mostra que esse foi o pior período para as operadoras com serviços de satélite, perdendo 726 mil assinantes. As telcos tradicionais tiveram decréscimo de 94 mil assinantes.

Streaming é aliado

Nos primeiros meses de 2018, serviços como o de streaming ajudaram a estancar a queda, tais como o Hulu e YouTube TV. Eles adicionaram 2,1 milhões de assinantes até o fim de setembro.



publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!